Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

Tag Archives: Recife

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da data o Brasil e sua riquíssima diversidade cultural oferecem festas nos quatro canto do país para diferentes tipos de gostos e bolsos, claro! Aproveitando a deixa, vamos falar um pouco sobre algumas das diferentes festas que encontramos por aqui.

carnaval salvadorO Carnaval da Bahia, (mais precisamente de Salvador) começou a evoluir a partir da diferença entre as classes sociais – carnaval de rua contra carnaval em clubes privados – resultando em uma inversão da ordem social, tornando uma celebração. O Carnaval de Salvador começa 6 dias antes da quarta-feira de cinzas ou numa noite de quinta-feira. Em 2005, foi considerado o maior carnaval de rua do mundo pelo Guinness Book. Os foliões festejam em três principais circuitos: Dodô (Barra-Ondina), Osmar (Campo Grande-Avenida Sete) e Batatinha (Centro Histórico). Há também Carnaval nos bairros da cidade como em Cajazeiras, Itapuã, Periperi, Plataforma e Pau da Lima. Durante o evento, dezenas de cantores famosos desfilam nos trios elétricos fazendo a festa da galera. Cerca de dois milhões de pessoas participam das festividades anuais que duram quase uma semana, mergulhando na música e na dança. Durante dezesseis horas por dia a cultura popular brasileira atinge a sua máxima expressão.

Hoje quem quiser usufruir das festividades soteropolitanas tem duas opções, ou investe um alto valor em abadás, que simbolizam a união de cores diferentes e, os padrões e logotipos pertence à um Bloco carnavalesco ou pode buscar alternativas mais econômicas frequentando as pipocas e os trios sem corda.

olindaEm  Olinda, Pernambuco, a festa é reconhecida mundialmente pelos desfiles dos “Bonecos de Olinda” –  bonecos de mais de dois metros, coloridos e de fácil localização, que saem às ruas junto com os foliões -. É realizado no Centro Histórico da cidade. Reúnindo mais de um milhão de pessoas, durante o evento, com participação de mais de 500 grupos carnavalescos. Entre as suas atrações, ostenta dezenas de bonecos gigantes, sendo o mais conhecido deles o O Homem da Meia-Noite, que está nas ruas desde 1932 e é responsável por dar início, oficialmente, às zero hora do sábado de Zé Pereira, ao carnaval olindense. Além dos tradicionais blocos e troças que percorrem suas ladeiras, embalados pelo ritmo do frevo. São exemplos destes a Pitombeira dos Quatro Cantos, fundada em 1947, quando um grupo de rapazes desfilou pelas ruas da Cidade Alta cantando e empunhando galhos de pitombeira; e o “Elefante de Olinda”, fundado em 1952 por um grupo de rapazes da Cidade Alta, que durante o Carnaval saíram pelas ruas com um elefante de porcelana cantando uma música improvisada em homenagem ao animal. A grande concentração destes blocos e troças se dá na frente da Prefeitura Municipal, onde pode-se encontrar o maior número de foliões por metro quadrado. A festa segue mais ao estilo carnaval de rua, e para participar dos blocos basta caprichar na criatividade para montar sua fantasia.

galoJá em Recife a festa é diversificada e trazendo a junção entre carnaval de rua, desfiles de agremiações carnavalescas e apresentações de cantores e conjuntos musicais em palcos. O Recife possui o maior bloco carnavalesco do mundo, o Galo da Madrugada, que se apresenta no sábado de carnaval, ou “Sábado de Zé Pereira”.
Em fins do Século XVII havia organizações, denominadas Companhias, que se reuniam para comemorar a Festa de Reis. Essas companhias eram constituídas em sua maioria de pessoas de raça negra, escravos ou não, que suspendiam seus trabalhos e comemoravam o dia dos Santos Reis.
No Século XVIII apareceu o Maracatu Nação, chamado Maracatu de baque virado, que encenava a coroação do Rei Negro, o Rei do Congo. A coroação era realizada na Igreja de Nossa Senhora do Rosário (Igreja do Rosário dos Pretos).
Com a abolição da escravatura, começaram a aparecer agremiações carnavalescas baseadas nos maracatus e nos festejos dos Reis Magos.
O primeiro clube carnavalesco de que se tem notícia foi o Clube dos Caiadores, criado por Antônio Valente. Os participantes do clube compareciam à Matriz de São José, no bairro de São José, executando marchas. Seus participantes, levando nas mãos baldes, latas de tinta, escadinhas e varas com pincéis, subiam os degraus da igreja e a caiavam (pintavam), simbolicamente.
No Século XX o Recife já dispunha de diversas sociedades carnavalescas e recreativas, entre elas dois clubes (ainda hoje existentes): o Clube Internacional do Recife e o Clube Português do Recife, inicialmente denominado Tuna Portuguesa, além da Recreativa Juventude.
O carnaval de rua realizava-se nas ruas da Concórdia, Imperatriz e Nova, com desfiles de mascarados (os papangus 2 e as máscaras de fronha).

carn-manausEntre os principais eventos de Manaus está o tradicional desfile de fantasias, (que acontece na Avenida Eduardo Ribeiro, próximo ao Centro histórico de Manaus), e o desfile de escolas de samba, além do Carnaboi.
O primeiro desfile oficial de escolas de samba em Manaus ocorreu em 1947, sendo que a Escolaaboi Mixta da Praça 14 foi a campeã. Até 1979 os desfiles eram realizados na Avenida Eduardo Ribeiro. De 1980 a 1990 passou à Djalma Batista, Zona Centro Sul e a partir de 1992 no Centro de Convenções (Sambódromo), o que possui a maior capacidade de público do Brasil (100 mil pessoas), localizado na Zona Centro-Oeste há 9 km do Rio Negro. Segundo o livro É tempo de sambar, a História do Carnaval de Manaus, de Daniel Sales. a pista do sambódromo possui 400 metros de extensão e 12 de largura. sendo que os desfiles das escolas de samba são sexta, sábado e domingo. E o Carnaboi, evento que reúne vários levantadores de toadas e bois, fecham o carnaval Manauara que se inspira muito no Festival Folclórico de Parintins.

carnaval-sapucaiDurante todo o período colonial as diversões que aconteciam na cidade do Rio de Janeiro durante o carnaval não diferenciam daqueles presentes em outros centros urbanos brasileiros. Toda uma série de brincadeiras reunidas sob o termo Entrudo podiam ser encontradas nas ruas e nas casas senhoriais da cidade. No final do século XVIII, essas diversões consistiam basicamente no Após a Independência do Brasil, a elite carioca decide se afastar do passado lusitano e incrementar a aproximação com as novas potências capitalistas. A cidade e a cultura parisienses serão os parâmetros a guiar as modas e modos a serem importados. Atualmente, seu carnaval é oficialmente considerado o maior do mundo, pelo Guinness Book, com aproximadamente 2 milhões de pessoas por dia nos blocos de rua.

A partir das duas semanas anteriores ao carnaval, as ruas do Rio de Janeiro, são tomadas por um grande número de blocos e bandas que carregam dezenas de milhares de foliões e fazem da cidade um grande baile popular sem cordas e aberto a quem quiser chegar.

Além dos tradicionais desfiles das Escolas de Samba que  adquiririam grande proeminência a partir da década de 1950, com a incorporação da classe média aos desfiles, consequência da aproximação entre as escolas e intelectuais de esquerda. A partir daí elas galgaram os degraus do sucesso até se tornarem o grande evento carnavalesco nacional.

carnaval2012_mocidade_foto_josecordeiro_010Assim como no Rio de Janeiro, São Paulo também apresenta desfiles de Escolas de Samba que ocorrem no Sambódromo do Anhembi. As comemorações carnavalescas e o próprio samba diferiam pouco do Rio de Janeiro para São Paulo, exceto por uma nítida diferença de andamento, ou seja, a grosso modo, de velocidade, de tempo da música. O sambista paulista, acostumado à árdua lida nas lavouras de café e migrando para a cidade para o trabalho operário, fazia o que Plínio Marcos denominou de “samba de trabalho, durão, puxado para o batuque”, contrastando com o lirismo e a cadência do samba carioca. Além disso, o samba paulistano era decisivamente influenciado por outros ritmos fortemente percurssivos, como o jongo-macumba, também conhecido por Caxambú. Data dessa época o início da relação entre o Carnaval e o direito: a repressão policial sofrida pelos sambistas, feita de forma dura e sem critério. Os sambistas, não só no Carnaval, mas durante todo o ano, eram vistos como vagabundos, marginais que eram duramente perseguidos pelas autoridades. Recentemente São Paulo também vem abrindo espaço para os blocos de rua, que são gratuitos e já estão se incorporando na cultura da cidade.

carn ouro2O Carnaval de Ouro Preto é o carnaval mais tradicional de Minas Gerais, sua história remonta o século XIX. A cidade conta com mais de 300 repúblicas estudantis e era comum a utilização destes espaços para festas e hospedagem de turistas que, de acordo com a Universidade Federal de Ouro Preto, eram realizadas com acompanhamento do Ministério Público Federal e Estadual diante de autorização prévia da Universidade. Os recursos obtidos eram revertidos na manutenção e conservação das moradias. Em Dezembro de 2013, no entanto, a UFOP comunicou a proibição da venda de hospedagem nas repúblicas federais da cidade, em função de uma determinação judicial, que atendeu a um pedido da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais, Regional Circuito do Ouro.
O Carnaval da cidade de Ouro Preto conta com a participação de diversos blocos carnavalescos organizados que sobem as ladeiras da cidade, se reunindo na Praça Tiradentes.
Ouro Preto conta com o mais antigo bloco carnavalesco do Brasil – “O Zé Pereira dos Lacaios”, fundado no ano de 1867, que com seus catitões (bonecos gigantes) animam a festa.

Recife por fashionistas: Descubra um inusitado roteiro da cidade

Para quem não sabe hoje, dia 12 de março Recife completa 477 aninhos. A capital pernambucana foi fundada em 1537 e ganhou esse nome por causa dos arrecifes – rochedos de coral e arenito formando uma muralha natural que circundam todo seu litoral. Localizada na foz dos rios Capiberibe e Beberibe, Recife é conhecida como a “Veneza brasileira”, em alusão à cidade italiana que possui diversos canais e pontes atravessando seus rios.

É considerada uma cidade histórica por ter várias construções tombadas pelo Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade e muito visitada por turistas fascinados pela beleza de seu litoral. E como a gente não é bobo nem nada convidamos alguns figurinhas que conhecem bem a cidade para montar um roteiro para quem pretende fazer uma visitinha nesse paraíso.

melk-zda-joao-arraesO estilista pernambucano Melk Z-Da, que começou sua carreira na moda em 2004 quando foi “descoberto” Recife Fashion, em 2004, conhece bem o lugar e indicou dois parques da cidade: O primeiro é Parque da Jaqueira situado no Bairro da Jaqueira, uma área nobre da cidade, predominantemente residencial, às margens do Rio Capibaribe. No espaço de lazer os visitantes podem aproveitar para correr, andar de bicicleta e aproveitar a linda vista da natureza.

O segundo é o Parque 13 de Maio, que consiste em uma grande área verde no bairro de Santo Amaro, que fica pertinho da casa dele e é onde ele costuma praticar suas corridas.

41212-tropical-caio-brazO apresentador e repórter do GNT Fashion, Caio Braz. Conhecido pela sua irreverência e bom humor em frente às câmeras, Caio Braz apresenta o GNT, indicou as festas do Golarrolê, que é um coletivo de produção que festeja há quase três anos pela cidade, e reúne uma galera divertida na noite de Recife. Para a hora que bate aquela fominha, ele indicou o restaurante Casa de Banhos que oferece além da boa comida, uma linda vista do bairro do Recife juntamente com o Cais do Porto e a antiga Ponte Giratória. Caio ressaltou que o lugar tem o melhor por do sol e para quem passar por lá, ele recomenda a agulha frita, que é um prato feito de um peixe chamado agulhinha.

E para terminar a tour com uma visita cultural, ele indica o Museu Paço do Frevo. Com 3 andares o espaço, recentemente inaugurado, conta com um vasto acervo de relíquias do Frevo.

Walerio-Araujo-5Walério Araújo deu dicas recomendou a Dona Santa, o espaço que fica em Boa Viagem, reúne as mais consagradas marcas nacionais e importadas, e quando chega a noite as lojas fecham e o lugar lota de gente bonita e descolada que se juntam para comer, beber e interagir durante toda a semana.
Para quem busca por ferveção ele indica o Metrópole que segundo ele é uma espécie de The Week de Recife. O clube com 3 ambientes também fica em Boa Viagem e tem uma programação diversificada com shows com artistas locais, nacionais e internacionais e festas temáticas.
E para fechar a Galeria Joana D’Arc, um dos lugares mais badalados e mais bem frequentados da Cidade. O espaço que abriga um cenário cultural cheio de atrativos também funciona de segunda à segunda (uma das melhores coisas segundo Walério) com um clima descontraído e agradável, somado à boa culinária e atendimento de bares o happy hour é embalado sempre por música de ótima qualidade.

66474_10200755283404736_576380780_nFlavia Azevedo, estilista do Club Noir, sugere para quem for à cidade que aproveite o sol maravilhoso para dar uma caminhada no calçadão e tomar uma deliciosa água de coco. No final da tarde, subir as ladeiras de Olinda e aproveitar a paisagem da cidade alta e degustar uma típica tapioca de coco e queijo.

1468520_10200089665804593_1902542488_nO estilista Pernambucano, Eduardo Ferreira, que é considerado o criador da estética “Mangue fashion” inspirado no movimento mangue beat, recomendou uma visita à Fundação Casa Gilberto Freyre, por vários aspectos. Primeiro pela oportunidade de conhecer o estilo de vida de um importante pensador da cultura brasileira e segundo pelo conjunto arquitetônico, biblioteca e pinacoteca da casa. Programa fundamental para quem quer pesquisar sobre moda e cultura na cidade.

Captura de Tela 2014-03-12 às 16.06.35A nossa editora também conhece bem a cidade, afinal todo mundo aqui deve saber que Cecilia Lima é do Recife. Ceci recomendou um passeio de catamarã, para conhecer Recife pelos Rios, nesse roteiro os turistas novatos vão encontrar uma linda paisagem nas noites de Lua cheia e também poder admirar o fim de tarde e ver um belo o pôr-do-sol.

Dia do Frevo

1

Oriundo da palavra Ferver, esse ritmo de Pernambuco que enche as ruas de lá de alegria e agito, é motivo de burburinho desde o final do século XIX. Um dos maiores símbolos da cultura de massa pernambucana do carnaval de rua. Música e dança que criam um contexto de alegria, que mescla passos de marcha e maxixe e herança da capoeira. Apesar de antiga, é uma dança imprevista, podendo sempre ser reinventada. E é hoje, dia 9 de fevereiro que o Estado comemora a existência desse símbolo de celebração.

Verde, amarelo, vermelho, azul e branco. Cores, brilhos, tecidos leves. Um indumentária que expressa perfeitamente o espírito do contexto do Frevo e do carnaval de rua nordestino. Elementos como cruz, estrela e sol, que vem da bandeira de Pernambuco, também compõem o universo visual do Frevo. Além da simbólica sombrinha pequena e colorida.

2

Homens usam bermuda ou as vezes calça e camisa, e mulheres saia colorida e camiseta na altura da cintura. Além de rico para a cultura brasileira, o Frevo também é fonte de inspiração para a Moda Nacional.

Moda Recife

Com investimento de um milhão e duzentos mil reais, o Recife  sedia a II edição do Moda Recife 2009 a partir dessa quarta-feira dia 25 de novembro. A escolha pela capital pernambucana não se deu de forma aleatória, segundo dados do IBGE, Toritama, no Estado, é responsável por 16% do jeans fabricado no país.

O espaço físico da Torre Malakoff será utilizado graças ao patrocínio da Fundarpe, que vai movimentar no local, o Fórum de Discussões sobre os Projetos de Moda para 2010, apoiados pelo FUNCULTURA. A iniciativa visa gerar um novo formato de produzir e mostrar moda com ênfase na cultura e seus valores nobres, ao invés de pensar só no conceito roupas. Esta exposição inova na forma e vai intensificar os conteúdos.

De acordo com Magna Donato, estilista da Refazenda e representante  da Fundarpe, o objetivo destas ações é criar um grupo de artistas que pode crescer conforme o afinamento com a vanguarda da proposta. O Centro de Design do Recife disponibilizará muita bagagem de estilistas e designers que serão projetadas em vídeos na exposição que acontece na Torre Malakoff.

O Moda Recife 2009 conta, com uma super estrutura de 1.500m2 de área construída, na parte externa do prédio histórico, com a passarela voltada para a tradicional rua do Bom Jesus, no Bairro do Recife. No local acontecem os desfiles, com 40 modelos pernambucanos, das 16h às 20h, com acesso aberto ao público.

Ricardo Coller, diretor e idealizador do Moda Recife, conseguiu atrair patrocínios importantes para repetir o sucesso da primeira edição, que aconteceu, ano passado, em dois dias, no Pátio da Basílica do Carmo, no centro do Recife. O Moda Recife 2009 conta com parceiros  importantes como o Governo do Estado através da AD-Diper e Fundarpe, Sebrae-PE e Fiepe. O Sindicato das Indústrias de Confecções de Pernambuco (Sindivest-PE) e o Sindicato da Indústria Têxtil de Pernambuco (Sindtêxtil –PE) realizam o evento e a Casa de Produção assina a criação e organização do Moda Recife. “As parcerias e o crescimento do evento, são fruto do sucesso da primeira edição. Ampliamos a estrutura e os investimentos, de R$ 500 mil para um milhão e duzentos mil reais, ganhamos mais um dia e conseguimos reunir mais empresas que fazem moda pernambucana, duplicando o número de marcas que passou de 18 para 36”, comemora Coller.

O evento, localizado no bairro do Recife, visa alcançar a diversidade das classes A, B C e D, que circulam diariamente no centro, em busca de novidades. Ultimamente tem se notado um crescimento no consumo das classes C e D e, os setores de bens semiduráveis, onde o vestuário se insere, sempre se encontra em ascensão. O Moda Recife 2009 tem o objetivo de colocar as empresas que fazem moda pernambucana, ainda mais, em evidência.

PROGRAMAÇÃO MODA RECIFE 2009

DIA 25           

12 h    Laboratório de Criativação – FBV Paço Alfândega (continuação)
14 h    ACAD-DIA: Lançamento do concurso de trabalhos técnico-cientificos da Cadeia T&C, lançamento do guia RADAR
ACADEMICO DE MODA – um guia técnico-científico dos profissionais vinculados à Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco  cadastrados na Plataforma Lattes do CNPq  (organizado por Maria Alice Rocha), lançamento da cartilha O
PASSO A PASSO PARA CRIACAO DE COLECOES – Vestuário e acessórios (autoria de Danielle Simões, Debate com a comunidade acadêmica – anfiteatro da Torre Malakoff – entrada franca
Abertura exposição COLETIVO DE ARTISTAS – CORPO, COMPORTAMENTO E CULTURA Torre Malakoff – entrada franca
16 h    Abertura do LOUNGE – entrada franca e convidados VIP
16h às 20 h   12 desfiles – Rua do Observatório – entrada franca e convidados VIP

DIA 26

14h às 16h    –– Palestra  – anfiteatro da Torre Malakoff –ingresso 1 kg de alimento*,  vagas limitadas
O UNIVERSO FEMININO – Uma avaliação sobre a revolução feminina ao longo das três últimas gerações, começando pelas baby boomers, explorando a relação destas mulheres com consumo e moda e com os seus novos papéis na sociedade.
ANDREA BISKER – Diretora do WGSN.com para América do Sul & Central, site líder mundial em pesquisas on-line e análise de tendências. Dirige também a empresa Mindset, onde atua como consultora de moda e de posicionamento de marcas, estudando o perfil dos consumidores, sua influência no mercado local e global. http://www.wgsn.com
16h às 20h    12 desfiles – Rua do Observatório – entrada franca e convidados VIP

DIA 27           

14h às 16h    Palestra –anfiteatro da Torre Malakoff –ingresso 1 kg de alimento*,  vagas limitadas
A MÚSICA NA MODA – Uma abordagem histórica do papel dos movimentos musicais servindo como trilha sonora para as mudanças comportamentais que influenciaram a moda dos anos 50 até os dias de hoje, quando marcas passam a utilizar a música como importante estratégia de comunicação.
JACKSON ARAUJO – Consultor de Moda, Analista de Trends e Sound-stylist, presta serviços para C&A e Redley. É diretor de conteúdo do site Shhh.fm, onde trata a música como principal fio condutor dos movimentos culturais, reverberando em relações de consumo, em experiências sociais e espaciais.http://www.shhh.fm
16h às 20h    – 12 desfiles – Rua do Observatório – entrada franca e convidados VIP

SERVIÇO:

II Edição do Moda Recife
Quando: dias 25, 26 e 27 de novembro
Local: Torre Malakoff, no barro do Recife
Horário: das 16h às 20h
Acesso: gratuito
Informações: (81)3088-3702.

Fonte: SL Comunicação & Marketing

Moda Recife

Com investimento de um milhão e duzentos mil reais, o Recife  sedia a II edição do Moda Recife 2009 a partir dessa quarta-feira dia 25 de novembro. A escolha pela capital pernambucana não se deu de forma aleatória, segundo dados do IBGE, Toritama, no Estado, é responsável por 16% do jeans fabricado no país.

O espaço físico da Torre Malakoff será utilizado graças ao patrocínio da Fundarpe, que vai movimentar no local, o Fórum de Discussões sobre os Projetos de Moda para 2010, apoiados pelo FUNCULTURA. A iniciativa visa gerar um novo formato de produzir e mostrar moda com ênfase na cultura e seus valores nobres, ao invés de pensar só no conceito roupas. Esta exposição inova na forma e vai intensificar os conteúdos.

De acordo com Magna Donato, estilista da Refazenda e representante  da Fundarpe, o objetivo destas ações é criar um grupo de artistas que pode crescer conforme o afinamento com a vanguarda da proposta. O Centro de Design do Recife disponibilizará muita bagagem de estilistas e designers que serão projetadas em vídeos na exposição que acontece na Torre Malakoff.

O Moda Recife 2009 conta, com uma super estrutura de 1.500m2 de área construída, na parte externa do prédio histórico, com a passarela voltada para a tradicional rua do Bom Jesus, no Bairro do Recife. No local acontecem os desfiles, com 40 modelos pernambucanos, das 16h às 20h, com acesso aberto ao público.

Ricardo Coller, diretor e idealizador do Moda Recife, conseguiu atrair patrocínios importantes para repetir o sucesso da primeira edição, que aconteceu, ano passado, em dois dias, no Pátio da Basílica do Carmo, no centro do Recife. O Moda Recife 2009 conta com parceiros  importantes como o Governo do Estado através da AD-Diper e Fundarpe, Sebrae-PE e Fiepe. O Sindicato das Indústrias de Confecções de Pernambuco (Sindivest-PE) e o Sindicato da Indústria Têxtil de Pernambuco (Sindtêxtil –PE) realizam o evento e a Casa de Produção assina a criação e organização do Moda Recife. “As parcerias e o crescimento do evento, são fruto do sucesso da primeira edição. Ampliamos a estrutura e os investimentos, de R$ 500 mil para um milhão e duzentos mil reais, ganhamos mais um dia e conseguimos reunir mais empresas que fazem moda pernambucana, duplicando o número de marcas que passou de 18 para 36”, comemora Coller.

O evento, localizado no bairro do Recife, visa alcançar a diversidade das classes A, B C e D, que circulam diariamente no centro, em busca de novidades. Ultimamente tem se notado um crescimento no consumo das classes C e D e, os setores de bens semiduráveis, onde o vestuário se insere, sempre se encontra em ascensão. O Moda Recife 2009 tem o objetivo de colocar as empresas que fazem moda pernambucana, ainda mais, em evidência.

PROGRAMAÇÃO MODA RECIFE 2009

 DIA 25           

12 h    Laboratório de Criativação – FBV Paço Alfândega (continuação)
14 h    ACAD-DIA: Lançamento do concurso de trabalhos técnico-cientificos da Cadeia T&C, lançamento do guia RADAR
ACADEMICO DE MODA – um guia técnico-científico dos profissionais vinculados à Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco  cadastrados na Plataforma Lattes do CNPq  (organizado por Maria Alice Rocha), lançamento da cartilha O
PASSO A PASSO PARA CRIACAO DE COLECOES – Vestuário e acessórios (autoria de Danielle Simões, Debate com a comunidade acadêmica – anfiteatro da Torre Malakoff – entrada franca
Abertura exposição COLETIVO DE ARTISTAS – CORPO, COMPORTAMENTO E CULTURA Torre Malakoff – entrada franca
16 h    Abertura do LOUNGE – entrada franca e convidados VIP
16h às 20 h   12 desfiles – Rua do Observatório – entrada franca e convidados VIP

DIA 26

14h às 16h    –– Palestra  – anfiteatro da Torre Malakoff –ingresso 1 kg de alimento*,  vagas limitadas
O UNIVERSO FEMININO – Uma avaliação sobre a revolução feminina ao longo das três últimas gerações, começando pelas baby boomers, explorando a relação destas mulheres com consumo e moda e com os seus novos papéis na sociedade.
ANDREA BISKER – Diretora do WGSN.com para América do Sul & Central, site líder mundial em pesquisas on-line e análise de tendências. Dirige também a empresa Mindset, onde atua como consultora de moda e de posicionamento de marcas, estudando o perfil dos consumidores, sua influência no mercado local e global. http://www.wgsn.com
16h às 20h    12 desfiles – Rua do Observatório – entrada franca e convidados VIP

DIA 27           

14h às 16h    Palestra –anfiteatro da Torre Malakoff –ingresso 1 kg de alimento*,  vagas limitadas
A MÚSICA NA MODA – Uma abordagem histórica do papel dos movimentos musicais servindo como trilha sonora para as mudanças comportamentais que influenciaram a moda dos anos 50 até os dias de hoje, quando marcas passam a utilizar a música como importante estratégia de comunicação.
JACKSON ARAUJO – Consultor de Moda, Analista de Trends e Sound-stylist, presta serviços para C&A e Redley. É diretor de conteúdo do site Shhh.fm, onde trata a música como principal fio condutor dos movimentos culturais, reverberando em relações de consumo, em experiências sociais e espaciais.http://www.shhh.fm
16h às 20h    – 12 desfiles – Rua do Observatório – entrada franca e convidados VIP

SERVIÇO:

II Edição do Moda Recife
Quando: dias 25, 26 e 27 de novembro
Local: Torre Malakoff, no barro do Recife
Horário: das 16h às 20h
Acesso: gratuito
Informações: (81)3088-3702.

Fonte: SL Comunicação & Marketing

V Coloquio de Moda

Para quem não sabe o Coloquio de Moda é o maior congresso/acadêmico de moda realizado no Brasil. E este ano volta a terras nordestinas, dessa vez o congresso acontece na Cidade do Recife, capital de Pernambuco, e ficará sob responsabilidade da Faculdade Boa Viagem receber os congressistas.

Esse evento é aberto para pesquisadores, docentes e estudantes de qualquer curso que tenha suas pesquisas acadêmicas vinculadas de alguma maneira com o tema Moda.

O congresso tem como objetivo maior, proporcionar aos pensadores do mundo Fashion reflexões e oportunidade de conhecer novos trabalhos em primeira mão.

Pelo segundo ano consecutivo, a professora, design, consultora e diretora executiva do Closet On Line Cecília Lima e a Apresentadora do programa Closet e redatora-chefe do nosso portal, Carla Palmieri tiveram seu trabalho aceito e estarão lá, no GT de Moda e novas tecnologias,  para apresentar seu artigo/pôster, prestigiar o evento e fazer a cobertura de todas as novidades para nossos leitores

O Coloquio acontece de 27 a 30 de setembro e ainda da tempo de participar como ouvinte, as inscrições vão até 18 de setembro, com o custo de R$ 160,00 para docentes e profissionais  e R$ 80,00 reais para estudantes. Para maiores informações www.coloquiodemoda.com.br

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes