Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

Tag Archives: Manaus

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da data o Brasil e sua riquíssima diversidade cultural oferecem festas nos quatro canto do país para diferentes tipos de gostos e bolsos, claro! Aproveitando a deixa, vamos falar um pouco sobre algumas das diferentes festas que encontramos por aqui.

carnaval salvadorO Carnaval da Bahia, (mais precisamente de Salvador) começou a evoluir a partir da diferença entre as classes sociais – carnaval de rua contra carnaval em clubes privados – resultando em uma inversão da ordem social, tornando uma celebração. O Carnaval de Salvador começa 6 dias antes da quarta-feira de cinzas ou numa noite de quinta-feira. Em 2005, foi considerado o maior carnaval de rua do mundo pelo Guinness Book. Os foliões festejam em três principais circuitos: Dodô (Barra-Ondina), Osmar (Campo Grande-Avenida Sete) e Batatinha (Centro Histórico). Há também Carnaval nos bairros da cidade como em Cajazeiras, Itapuã, Periperi, Plataforma e Pau da Lima. Durante o evento, dezenas de cantores famosos desfilam nos trios elétricos fazendo a festa da galera. Cerca de dois milhões de pessoas participam das festividades anuais que duram quase uma semana, mergulhando na música e na dança. Durante dezesseis horas por dia a cultura popular brasileira atinge a sua máxima expressão.

Hoje quem quiser usufruir das festividades soteropolitanas tem duas opções, ou investe um alto valor em abadás, que simbolizam a união de cores diferentes e, os padrões e logotipos pertence à um Bloco carnavalesco ou pode buscar alternativas mais econômicas frequentando as pipocas e os trios sem corda.

olindaEm  Olinda, Pernambuco, a festa é reconhecida mundialmente pelos desfiles dos “Bonecos de Olinda” –  bonecos de mais de dois metros, coloridos e de fácil localização, que saem às ruas junto com os foliões -. É realizado no Centro Histórico da cidade. Reúnindo mais de um milhão de pessoas, durante o evento, com participação de mais de 500 grupos carnavalescos. Entre as suas atrações, ostenta dezenas de bonecos gigantes, sendo o mais conhecido deles o O Homem da Meia-Noite, que está nas ruas desde 1932 e é responsável por dar início, oficialmente, às zero hora do sábado de Zé Pereira, ao carnaval olindense. Além dos tradicionais blocos e troças que percorrem suas ladeiras, embalados pelo ritmo do frevo. São exemplos destes a Pitombeira dos Quatro Cantos, fundada em 1947, quando um grupo de rapazes desfilou pelas ruas da Cidade Alta cantando e empunhando galhos de pitombeira; e o “Elefante de Olinda”, fundado em 1952 por um grupo de rapazes da Cidade Alta, que durante o Carnaval saíram pelas ruas com um elefante de porcelana cantando uma música improvisada em homenagem ao animal. A grande concentração destes blocos e troças se dá na frente da Prefeitura Municipal, onde pode-se encontrar o maior número de foliões por metro quadrado. A festa segue mais ao estilo carnaval de rua, e para participar dos blocos basta caprichar na criatividade para montar sua fantasia.

galoJá em Recife a festa é diversificada e trazendo a junção entre carnaval de rua, desfiles de agremiações carnavalescas e apresentações de cantores e conjuntos musicais em palcos. O Recife possui o maior bloco carnavalesco do mundo, o Galo da Madrugada, que se apresenta no sábado de carnaval, ou “Sábado de Zé Pereira”.
Em fins do Século XVII havia organizações, denominadas Companhias, que se reuniam para comemorar a Festa de Reis. Essas companhias eram constituídas em sua maioria de pessoas de raça negra, escravos ou não, que suspendiam seus trabalhos e comemoravam o dia dos Santos Reis.
No Século XVIII apareceu o Maracatu Nação, chamado Maracatu de baque virado, que encenava a coroação do Rei Negro, o Rei do Congo. A coroação era realizada na Igreja de Nossa Senhora do Rosário (Igreja do Rosário dos Pretos).
Com a abolição da escravatura, começaram a aparecer agremiações carnavalescas baseadas nos maracatus e nos festejos dos Reis Magos.
O primeiro clube carnavalesco de que se tem notícia foi o Clube dos Caiadores, criado por Antônio Valente. Os participantes do clube compareciam à Matriz de São José, no bairro de São José, executando marchas. Seus participantes, levando nas mãos baldes, latas de tinta, escadinhas e varas com pincéis, subiam os degraus da igreja e a caiavam (pintavam), simbolicamente.
No Século XX o Recife já dispunha de diversas sociedades carnavalescas e recreativas, entre elas dois clubes (ainda hoje existentes): o Clube Internacional do Recife e o Clube Português do Recife, inicialmente denominado Tuna Portuguesa, além da Recreativa Juventude.
O carnaval de rua realizava-se nas ruas da Concórdia, Imperatriz e Nova, com desfiles de mascarados (os papangus 2 e as máscaras de fronha).

carn-manausEntre os principais eventos de Manaus está o tradicional desfile de fantasias, (que acontece na Avenida Eduardo Ribeiro, próximo ao Centro histórico de Manaus), e o desfile de escolas de samba, além do Carnaboi.
O primeiro desfile oficial de escolas de samba em Manaus ocorreu em 1947, sendo que a Escolaaboi Mixta da Praça 14 foi a campeã. Até 1979 os desfiles eram realizados na Avenida Eduardo Ribeiro. De 1980 a 1990 passou à Djalma Batista, Zona Centro Sul e a partir de 1992 no Centro de Convenções (Sambódromo), o que possui a maior capacidade de público do Brasil (100 mil pessoas), localizado na Zona Centro-Oeste há 9 km do Rio Negro. Segundo o livro É tempo de sambar, a História do Carnaval de Manaus, de Daniel Sales. a pista do sambódromo possui 400 metros de extensão e 12 de largura. sendo que os desfiles das escolas de samba são sexta, sábado e domingo. E o Carnaboi, evento que reúne vários levantadores de toadas e bois, fecham o carnaval Manauara que se inspira muito no Festival Folclórico de Parintins.

carnaval-sapucaiDurante todo o período colonial as diversões que aconteciam na cidade do Rio de Janeiro durante o carnaval não diferenciam daqueles presentes em outros centros urbanos brasileiros. Toda uma série de brincadeiras reunidas sob o termo Entrudo podiam ser encontradas nas ruas e nas casas senhoriais da cidade. No final do século XVIII, essas diversões consistiam basicamente no Após a Independência do Brasil, a elite carioca decide se afastar do passado lusitano e incrementar a aproximação com as novas potências capitalistas. A cidade e a cultura parisienses serão os parâmetros a guiar as modas e modos a serem importados. Atualmente, seu carnaval é oficialmente considerado o maior do mundo, pelo Guinness Book, com aproximadamente 2 milhões de pessoas por dia nos blocos de rua.

A partir das duas semanas anteriores ao carnaval, as ruas do Rio de Janeiro, são tomadas por um grande número de blocos e bandas que carregam dezenas de milhares de foliões e fazem da cidade um grande baile popular sem cordas e aberto a quem quiser chegar.

Além dos tradicionais desfiles das Escolas de Samba que  adquiririam grande proeminência a partir da década de 1950, com a incorporação da classe média aos desfiles, consequência da aproximação entre as escolas e intelectuais de esquerda. A partir daí elas galgaram os degraus do sucesso até se tornarem o grande evento carnavalesco nacional.

carnaval2012_mocidade_foto_josecordeiro_010Assim como no Rio de Janeiro, São Paulo também apresenta desfiles de Escolas de Samba que ocorrem no Sambódromo do Anhembi. As comemorações carnavalescas e o próprio samba diferiam pouco do Rio de Janeiro para São Paulo, exceto por uma nítida diferença de andamento, ou seja, a grosso modo, de velocidade, de tempo da música. O sambista paulista, acostumado à árdua lida nas lavouras de café e migrando para a cidade para o trabalho operário, fazia o que Plínio Marcos denominou de “samba de trabalho, durão, puxado para o batuque”, contrastando com o lirismo e a cadência do samba carioca. Além disso, o samba paulistano era decisivamente influenciado por outros ritmos fortemente percurssivos, como o jongo-macumba, também conhecido por Caxambú. Data dessa época o início da relação entre o Carnaval e o direito: a repressão policial sofrida pelos sambistas, feita de forma dura e sem critério. Os sambistas, não só no Carnaval, mas durante todo o ano, eram vistos como vagabundos, marginais que eram duramente perseguidos pelas autoridades. Recentemente São Paulo também vem abrindo espaço para os blocos de rua, que são gratuitos e já estão se incorporando na cultura da cidade.

carn ouro2O Carnaval de Ouro Preto é o carnaval mais tradicional de Minas Gerais, sua história remonta o século XIX. A cidade conta com mais de 300 repúblicas estudantis e era comum a utilização destes espaços para festas e hospedagem de turistas que, de acordo com a Universidade Federal de Ouro Preto, eram realizadas com acompanhamento do Ministério Público Federal e Estadual diante de autorização prévia da Universidade. Os recursos obtidos eram revertidos na manutenção e conservação das moradias. Em Dezembro de 2013, no entanto, a UFOP comunicou a proibição da venda de hospedagem nas repúblicas federais da cidade, em função de uma determinação judicial, que atendeu a um pedido da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Minas Gerais, Regional Circuito do Ouro.
O Carnaval da cidade de Ouro Preto conta com a participação de diversos blocos carnavalescos organizados que sobem as ladeiras da cidade, se reunindo na Praça Tiradentes.
Ouro Preto conta com o mais antigo bloco carnavalesco do Brasil – “O Zé Pereira dos Lacaios”, fundado no ano de 1867, que com seus catitões (bonecos gigantes) animam a festa.

Estética & Moda Manaus

Começou ontem (13), a 11° edição da feira Estética & Moda Manaus que tem como objetivo integrar os setores de estética e de moda da região. O evento, que promete ser um show de diversidade, dinamismo e performances ousadas, chegou para resgatar o fashion world da cidade de Manaus, juntando várias cadeias da moda, como vestuário e beleza em um só projeto.

A Estética & Moda Manaus reuniu empresas lançadoras de produtos e serviços e criou um espaço para valorizar os estilistas locais. Esses mesmos criadores também são o público alvo da feira.

Entre os expositores encontrasse empresas diretamente ligadas a indústria da moda como os atacadistas e varejistas de confecção; tecidos; sapatos; acessórios e todo setor da beleza desde de perfumaria a cosméticos. Conta ainda com estabelecimentos de serviços como salões de beleza; SPAs; academias de ginástica; agencias de modelos entre outros.

O evento espera receber aproximadamente 40 mil pessoas. O melhor é que o ICMS das vendas realizadas no decorrer da feira, será devolvido em crédito fiscal e com isso o governo visa incentivar a realização de outras feiras e exposições, além de divulgar e promover os produtos e serviços do estado proporcionando assim o desenvolvimento do setor e em conseqüência a melhoramento da  economia.

A Feira acontece até dia 16 de agosto, no Studio 5 e para mais informações, escreva para comercial.studio5@redeamazonica.com.br

Agencia “Em visão Models” lança nova revista em desfile show

A Agência Em visão Models lançou no último sábado (8) sua mais nova edição da revista “Em visão Deluxe”, versão especial.

O evento reuniu fashionistas de Manaus na loja de alta moda, Arsenal Flagship, da empresária Elizeth Lange, em um fim de tarde regado a chocolates e espumantes.

A grande surpresa foi o desfile show, protagonizado pelos Tops da agência em lançamento da coleção de verão da marca Arsenal.

Segundo Jefferson Cunha, editor chefe da Em visão junto a Gigi Cunha, esta edição é uma homenagem aos novos jovens business da capital e às mulheres gestantes que buscam uma moda sofisticada, mostrando o lado democrático do mundo fashion.

A próxima edição da revista será lançada brevemente e promete ilustrar o melhor da moda e do luxo em Manaus.

Manaus ganha um Pólo de moda

A Federação das Indústrias do Estado do Amazonas dá suporte à Incubadora de confecções de moda, que visa à preparação para o Pólo de moda do Estado.

As pesquisas apontam que 95% do consumo de produtos do setor é de fora, sendo o maior fornecedor o estado de Pernambuco. A idéia é produzir no Amazonas, parte das confecções obtidas em outras praças, gerando assim emprego e renda para a população local.

O Centro de Modas tem inauguração prevista para o dia 28 de maio, como parte das comemorações do mês da Indústria. Ao se instalarem neste pólo, as empresas terão acesso a serviços como telefone e Internet e pagarão R$20,00 pelo metro quadrado ocupado. O centro funcionará na Avenida Vivaldo Lima, Alvorada I (Zona Centro-oeste de Manaus). No mesmo local, funcionará a Oficina de Vestuário do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI, que Ministrará cursos na área de confecção.

De acordo com a FIEAM, o Centro de Incubação de Desenvolvimento Empresarial é um projeto trabalhado desde 2006, para incentivar o fortalecimento da moda amazônica. No local, foi feito um investimento em torno de R$1,5 milhão para reformar uma área de 3,5 mil metros quadrados.

Está previsto para o mês de junho um encontro da Associação Brasileira da Indústria Têxtil – ABIT, em Manaus. O Objetivo é apresentar as atividades do Programa Texbrasil e definir as ações para o Estado do Amazonas.

Colaboração: FIEAM e Jornal A Crítica.

Patachou abre espaço em Manaus

A Patachou inaugura sua 11° loja no país, desta vez em Manaus. No próximo dia 06 de maio a grife abre sua franquia no Manauara Shopping com um coquetel para 200 pessoas e exibirá sua última coleção Inverno 2009 em um showroom com belos modelos desfilando.

A marca possui roupas direcionadas à moda executiva feminina e está há 30 anos no mercado. Além das 11 lojas, possui também mais 250 pontos de venda em multimarcas espalhadas pelo Brasil. Quem assume o comando deste espaço em Manaus é a empresária Camila Bacha, além dos sócios Antônio Carlos Paiva e Rui Botelho.

Para conhecer a coleção Inverno 2009, acesse www.patachou.com.br

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes