Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

Category Archives: Tecnologia

Só essa que faltava: vestido iluminado!

Ultimamente, a gente não se espanta com mais nada, porque as pessoas estão cada dia mais criativas. E isso é muito bom, inovações são sempre bem-vindas! E a nova sensação do mundo fashion é o vestido criado pelo coletivo londrino CuteCircuit, a prova de que a tecnologia pode ser aliada à moda, com muita criatividade e potência.

O longo vestido futurístico, desenhado por Francesca Rosella e Ryan Genz, é composto por 24.000 LEDs coloridos e 4.000 cristais Swarovski, e só pode ser usado por manequins por ter o risco de causar verdadeiros curtos-circuitos. A eletrizante criação recebeu o nome de “Galaxy Dress”.

O “vestido galáxia” foi feito em quatro camadas de seda e bordado à mão, e essas camadas foram devidamente posicionadas junto aos cristais para que se obtivesse um efeito luminoso, mesmo quando as luzes coloridas estiverem fracas ou sem bateria. Baterias de Ipod foram utilizadas para acender os LEDs e mantêm a iluminação por cerca de uma hora. E o mais interessante é que o vestido não esquenta, pois os LEDs não emitem calor.

O vestido faz parte da exposição Fast Forward e pode ser visto no Museu da Ciência e da Indútria, em Chicago.

Fashion Mob

O vencedor do 1° Fashion Mob, no último domingo (22) foi Luiz Leite, que apresentou uma coleção masculina, no qual retratou um adeus a cidade de São Paulo.

Houve dois diferenciais do estilista autodidata; os tecidos usados, que eram 100% orgânicos e todo seu casting, que era composto por modelos profissionais, diferente da maioria dos participantes, que levaram os amigos para desfilarem.

Ao chegar ao parque, um time de jurados formado por jornalistas de moda e estilistas, como Thais Losso e Mario Queiroz, julgava cada  bloco e o prêmio final era a chance de se apresentar na próxima edição da casa de Criador. “Esse evento é único para as pessoas que sonham com moda e nunca têm oportunidade de mostrar o seu trabalho”, disse a estilista Fabia Bercsek, uma das juradas do evento.

A coleção do estilista, denominada “Luiz Leite by Eden”, possuia 11 looks  muito bem acabados, cortes retos, tecidos orgânicos e acessórios indispensáveis para uma passeata na cidade paulistana, como guarda-chuvas e malas

Psicólogo por formação e estilista autoditada há 10 anos, atualmente trabalha no Estilo da grife Eden, marca que abriu loja em 2008 na Vila Madalena. A marca faz parte da YD Confecções e emprega 300 funcionários.

Relógios super high-tec!

A gente sempre espera novidades super avançadas vindas do Oriente, mas os novos relógios da marca Tokyoflash são de tirar o fôlego e confundir a cabeça! O design é super inovador e tecnológico, mas a forma de mostrar as horas é um caso à parte.

Os Tokyoflash Watches são a nova febre japonesa, que já invadiu também os Estados Unidos. Há quem diga que a leitura das horas é fácil nos modelos de relógios, mas é indispensável ler o manual e se acostumar com a maneira high-tec de decifrar as horas e os minutos.

Se alguém perguntar as horas, você tem que ficar atento aos LEDs multicoloridos. Para decorar: LEDs amarelos representam as horas, os vermelhos indicam os múltiplos de 10 minutos e os LEDs verdes mostram os minutos unitários.

Destacam-se os modelos que estão fazendo mais sucesso: o Infection tem design ergonômico e 27 LEDs que parecem pulsar e se movem como células, e o Keisan é feito em alumínio leve e os LEDs brilhantes fazem movimentos sobe-desce.

O resultado, mesmo não sendo muito prático, é bem moderno e arrojado, e complementa qualquer look dos que gostam de acessórios com muito estilo e futurismo. http://www.tokyoflash.com/en/

Brilho no olhar

As tecnológicas asiáticas acabam de lançar uma nova moda, os cílios de LED. A partir de agora, a expressão “brilho no olhar” nunca mais terá o mesmo significado.

Os cílios postiços criados pela artista coreana Soomi Park sãoequipados com sensores de inclinação. Ao mexer a cabeça ou piscar os olhos, pequenos pontos de LED se ascendem e criam o efeito dramático.

A obsessão das mulheres asiáticas para realçar os olhos foi o que motivou a idéia. No Japão, por exemplo, olhos grandes (ou menos apertados) pertencem às mais belas.

Os recursos para atingir tal ideal de beleza incluem maquiagem, cola e até cirurgia plástica.

Matthew Williamson lança sua primeira coleção masculina com exclusividade para Harrods

Matthew Williamson está a todo vapor. O designer britânico, queridinho da Vogue e da H&M (para qual já lançou uma coleção no último outono do hemisfério norte),  conhecido por suas coleções coloridas, cheias de estampas, está criando a sua primeira coleção masculina. O lançamento será em fevereiro de 2010, com exclusividade para a Harrods e as boutiques Matthew Williamson.

Além disso, Williamson está trazendo a sua coleção feminina inteira para a internet pela primeira vez. O site de e-commerce está agendado para final de novembro. Todos os looks da última coleção estarão disponíveis para compra online. Desta forma, não importa onde você esteja, poderá adquirir os produtos do designer facilmente.

A inspiração de Wiliiamson são as suas constantes viagens ao redor do mundo. Pelo menos uma vez por mês o estilista visita outros países, explorando novos lugares e voltando aos seus destinos favoritos como Mykonos e Ibiza (onde costuma passar ferias). Só este ano já esteve em Cape Town, Tulum, no México, Cuba, Rio de Janeiro, Ilhas Turks e Caicos e Nova York.

Captain Eletric

Mundo sustentável agregado a moda, gerou a coleção de vestidos Captain Eletric, cujas três peças- Stiff, Sticky e Itchy- armazenam a energia gerada pelos movimentos do corpo.

Cores bacanas e caimento perfeito foram uma das preocupações do XS Labs, criador das peças em parceria com designers de moda. Os vestidos fazem referência aos aparelhos de segurança e proteção pessoal e, como um efeito de uma causa que gere medo ou ansiedade, transformam a energia cinética liberada pelos movimentos do corpo em luz e sons.

A verdadeira inspiração dos cientistas ao criar a coleção foi unir  beleza  e conforto. Por isso a intenção dos vestidos é apertar e remodelar o corpo, de modo que seja necessário fazer força para se movimentar e, consequentemente, gerar mais energia. Os criadores optaram por não disfarçar os geradores de eletricidade, mas integra-los as roupas.

 Desde 2007, a empresa investiga possibilidades do vestuário gerar energia, e parece que, finalmente, as roupas podem ter mais uma utilidade, além do simples vestir.

Para a construção dos looks, os pesquisadores selecionaram uma série de projetos de estudantes de design e os transformaram em um conjunto de protóipos. Por fim, chegaram a origem das três peças acima.

 Fonte: revista Superinteressante

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes