Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

Category Archives: Casa de Criadores

Casa de Criadores Verão 2016

Jadson Raniere

Jadson Raniere levou um formato de vídeo + catwalk, com direito a danças e movimentos street na passarela. Peças sobrepostas, com leveza e fluidez surgiram em estampas florais e psicodélicas em uma coleção animada e urbana.

Rober Dognani

Rober Dognani trouxe um verão inspirado na sensualidade das medusas e serpentes que enfeitiçam e paralisam os olhares por onde passam. Com uma silhueta justa ao corpo, as peças trabalhadas em materiais como paetês e o látex produzem um efeito que remete as trocas de pele do réptil e seu couro escamoso. A cartela de cores vem clássica e pontua com o off White e preto. A passarela coberta com uma névoa acentuando o clima de mistério, ainda contou com a ilustre presença de duas cobras de verdades que surgiram envoltas no pescoço de uma das modelos.

Weider Silveiro

Weider Silveiro trouxe do povo indígena Mapuche, que conheceu durante uma viagem ao Chile a inspiração para o seu verão 2016. Com uma silhueta ampla, onde o comprimento mídi impera, o estilista revelou uma coleção quase toda artesanal com trabalhos desenvolvidos com crochê de barbante cru que se contrapunha as miçangas coloridas e os paetês prateados.

Igor Dadona

Igor Dadona foi nostálgico ao trazer a lembrança de uma festinha de aniversário em que nenhum de seus amiguinhos compareceu para o seu verão 2016. E o estilista que adora mergulhar em inspirações melancólicas, aproveitou a amarga lembrança para criar uma coleção doce com uma pitada sombria. Os rapazes ganham macacões, salopete, calças com sobreposições de saias e muita camisa em alfaiataria. A cartela de cores mescla tons alegres como o azul clarinho aos clássicos pretos, cinzas e branco em estampas de poás, xadrezinhos e florais. Para compor esse clima Igor fez uso de tecidos que parecem pesados, porém são leves como pede o verão as como sedinhas e um jacquard ultra fino.

Fernando Cozendey encerra a 36ª edição da casa de criadores levando a diversidade para a passarela

Gustavo Carvalho

Madonna, um dos maiores ícones da cultura pop, foi a grande referencia para o inverno 2015 de Gustavo Carvalho. O estilista que mostra a cada coleção uma evolução em seu trabalho a apresentou peças com uma modelagem bem acaba feitas em matérias como o veludos, jacquards, organzas dubladas e tecidos para revestimento de bancos de carros. A cartela de cores é banhada pelo vermelho, preto dourado e branco. E para fechar com chave de ouro contou ainda com um casting especial estrelado por ninguém menos que a diva da música brasileira, Gaby Amarantos.

Jadson Raniere

Para o inverno 2015, Jadson Raniere preparou um mix de estampas sofisticado. A tradicional alfaiataria do estilista mesclada a malharia formou trouxe um mood único e urbano. Na cartela de cores o cinza predominou e fez um jogo de cores interessando com os estampados coloridos em vermelho, verde, amarelo, marrom e roxo.

Danilo Costa

Com pandas tirados de uma banda de rock de ursinhos, donuts e pizza Danilo Costa preparou um inverno 2015, daqueles bem cativantes. O estilista brincou com as formas trazendo camisetões, sobreposições de leggins com shorts, blazers, croppes e mini shorts.

Nos tecidos, uma mistura bem pensada de tricôs com malhas prene coloridas. A cartela de cores foi doce com tons de lilás, roxo, rosa, vermelho, preto, fúcsia e branco.

 

Fernando Cozendey

“Diversidade” foi a palavra de ordem para a apresentação de Fernando Cozendey. O estilista deu um show na passarela da Casa de Criadores mostrando a beleza das minorias. Gays, transgêneros, negros, deficientes físicos, obesos formavam o casting que desfilou lindamente a coleção batizada de “Fenix”, composta por looks todos em vermelho transmitindo a vulnerabilidade emocional. As peças em lycra traziam recortes e transparências com imagens de corações, ora inteiros ora partidos representando um processo emocional que vai do desespero à esperança.

 

Confira a apresentação dos finalistas do projeto BtoBe na 36ª edição da Casa de Criadores

Abrindo a última noite da 36ª edição da Casa de Criadores o projeto BtoBe (Brazilians to Be) – voltado para estudantes com perfil empreendedor -– trouxe 6 finalistas para mostrarem o seu talento na passarela e concorrer há um prêmio de 10 mil reais e a oportunidade de desfilar na próxima edição do evento.

Ana Luisa Barros – Universidade Fumec (MG)

A estudante Ana Luisa Barros apresentou peças com um shape mais ajustado ao corpo. O preto dava o tom da linha que era bem trabalhada em texturas e transparências.

Einstein Halking – Senac (SP)

Einstein Halking mostrou uma linha composta por peças mais amplas inspirada nos moradores de rua e catadores de lixo. Para os materiais, ele apostou na malha de linha cinza, um tecido com aspecto de lona amarela e em um pacthwork de tecidos azuis que lembravam retalhos de jeans.

Gabriela Braga – Faculdade Santa Marcelina (SP)

O tema da coleção de Gabriela Braga (vencedora da noite) foi tirado de um sermão declamado pelo Padre Antônio, onde ele ressalta a ingenuidade dos peixes. As peças desenvolvidas por uma malharia mega colorida e alegre davam o tom do inverno da jovem estilista. Vestidos ajustados ao corpo e soltos nas barras traziam um mix de estampas muito bem elaborado.

Giorgi Philipi – Universidade Federal de Minas Gerais (MG)

Giorgi Philipi investiu em vestidos feitos através de tramas de lãs e um material que remetia há um barbante. Os vestidos com muitos recortes e justos ao corpo sugiram em branco, preto e azul.

Marcela Saravy – Faculdade Santa Marcelina (SP)

Marcela Saravy trouxe uma coleção de underwear inspirada nas cartas, envelopes, cartões-postais e todo esse universo que englobado pelas correspondências. As cores bem clarinhas e com aspecto sujo foram alinhadas com shapes vintage que realçam a anatomia dos seios. Destaque para as pochetes em formato de envelope.

Veredas, por Giovanna Costa Gaba e Pedro Andrade – Universidade Anhembi Morumbi (SP)

A Veredas se inspirou nos desejos encobertos do povo sertanejo do século 19 para, mais precisamente no episódio de Pedra do Reino. O resultado da passarela foi uma coleção com muitas fendas e decotes, com uma silhueta ajusta ao corpo. Os tons de azul turquesa, verde esmeralda e branco completaram a coleção.

TRACTA promove beleza assinada por Douglas Guerra para Karin Feller na Casa de Criadores

Na 36ª  edição da Casa de Criadores, a TRACTA Farmaervas promoveu a beleza do desfile da estilista Karin Feller. Quem comandou a equipe de maquiadores foi o nosso beauty artist, Douglas Guerra.
Uma beleza fresca e saudavelmente iluminada para a estação fria, foi a proposta do especialista. A pele pediu corretivos em diversos tons para corrigir as imperfeições, ascender o semblante e marcar o shape da face. As maçãs, com blush delicado, lembraram o rubor tímido numa tarde de inverno somadas ao toque perolado nas têmporas. Os olhos surgiram dourados, destacados com luz própria, ampliados na linha d’água e emoldurados por sobrancelhas comportadas e cílios com generosas camadas de máscara para alongar, dar volume e força para a mulher Karin Feller. Os lábios ganharam toques suaves de batom coral, estimulando a naturalidade sem perder a essência feminina.
A equipe de artistas maquiadores composta por Andrea Cruz, Eliseu Santana, Ester Ganev, Marilia Terrone, Romeu Ferrazin e Tata Leon Evagelidis transformaram o rosto das modelos em verdadeiras obras de arte. Os espectadores puderam contemplar uma beleza diáfana, realçando a personalidade de uma mulher nada tímida, por vezes reservada, que aparece lânguida nas paisagens de uma grande cidade.

Igor Dadona fecha o terceiro dia da 36ª Casa de Criadores com direito a dobradinha

Karin Feller

Karin Feller abriu o bloco de desfiles dos estilistas da CdC com um outono inspirado na Tiffany. A coleção que conversa com a estrutura e o movimento composta por um mix de tecidos leves como a seda e mais pesados como as lãs e o crochê. Suas peças de cunho mais comercial mostram uma mulher delicada e sofisticada. A silhueta fluida e cintura marcada valorizam as formas das peças.

Rafael Caetano

Inspirado pelo escoteiros, Rafael Caetano apresentou uma coleção trabalhada na desconstrução das peças. Nos materiais foi utilizado o couro e aplicações inusitadas de palitos de sorvetes. A cartela de cores veio terrosa com uma gama de marrons. Destaque para os saltos elaborados em madeira e presos por cordões crus.

Rober Dognani

Rober Dognani trouxe um inverno dramático, inspirado em uma tribo de nômades góticos. A novidade é que dessa vez, é que ele apresentou modelos masculinos em sua passarela.

O estilista deu continuidade ao trabalho que vem desenvolvendo com latex, criando texturas com o jeans, a malha, a renda e o tricô. A cartela de cores é totalmente preta exceto o ultimo look que encerra a apresentação com um vestido branco.

Igor Dadona

Igor Dadona também trouxe novidades em seu inverno 2015, pois essa foi a primeira apresentação que Igor apostou em cores fora do padrão P&B. O grafite, rosa claro e um laranja vibrante ajudaram a compor a coleção inspirada nos presídios nos prisioneiros e nos sentimentos causados pela falta de liberdade. As estampas desenvolvidas manualmente pelo ilustrador Luan Mello, remetem as tatuagens dos detentos. Para compor as peças o estilista usou o veludo, lã, sarja Cher e couro.

Camu por Igor Dadona

E o dia foi de dobradinha para Igor, que logo após seu desfile de marca homônima, trouxe uma linha mais comercial desenvolvida em parceria com a Hangar 33. A coleção-capsula de 11 looks, foi batizada de “Camu por Igor Dadona” e teve direito até à um camuflado especial desenvolvido pela marca. As parkas, jaquetas com efeito matelassê, camisas estampadas deram um foco na tendência do militarismo e uniformes que promete ser o hit da próxima temporada.

Confira o que rolou no segundo dia de Projeto Lab na 36ª CdC

Ocksa

A Ocksa de Deisi Witz e Igor Bastos, trouxe para a passarela do Lab uma coleção de inverno oposta aos seus espectros solares do último verão. A dupla dessa vez abusou do preto e cinza criando texturas onde o lurex e o vinil contrastavam com lãs e o feltro. Peças assimétricas surgiam com barras que pareciam inacabadas.

Tarcísio Brandão

O jovem Tarcísio Brandão fez sua estreia no evento levando uma coleção inspirada na Miscigenação. Tecidos com estampas manuais e tramas representavam a mistura das etnias, culturas e crenças. O estilista abusou das franjas e peças de crochê. Destaque para os apliques de miçangas nos bustiês e bodies.

Tilda

A Tilda, do estilista Anderson Tomaz, mostrou uma coleção com uma pegada de anos 1960 mesclado ao seu streetwear moderninho. A marca abusou de texturas, aplicações e os tecidos de dupla face. As cores seguem as inspirações 60’s e giram em torno do preto e do branco, com algumas aplicações em cinza e prata. A sobreposição das peças também ajudou a compor a silhueta do inverno da grife

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes