Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

Category Archives: Matérias Especiais

Se aprofunde mais em Coco Chanel

Para os os admiradores da Chanel essa semana, nós aqui da redação, separamos uma relação de filmes e livros para que os fãs possam se aprofundar na vida desse grande ícone da moda.

A minissérie Coco Chanel vem em versão dupla com participação de Shirley MacLaine e Malcolm McDowwll:30738877

Temos também o filme Coco Antes de Chanel, interpretado pela diva Audrey Tautou.

20130317-154436

Em relação a livros temos uma lista enorme, mas separamos um  top 10 dos mais influentes para que vocês se deliciem com a leitura:

1- A Era Chanel, escrito por Edmonde Charles-Roux
11014465

2- Chanel, collections and creations, escrito por Daniéle Bott

2119539

3- O Segredo do Chanel n.5, escrito por Tilar J. Mazzeo

17583329

4- O Evangelho de Coco Chanel, escrito por Karen Karlo
22095652

5- Chanel: The Vocabulary of Style, escrito por Jérôme Gautier

chanel-the-vocabulary-of-style

6- Coco Chanel, escrito por Justine Picardie

22997027

7- Chanel, escrito por Amy de la Haye

22513414

8- Eternal Chanel, escrito por Jean Leymarie22285642
9- Coco Chanel: An Intimate Life, escrito por Lisa Chaney
Coco-Chanel-Intimate-Life 10- Intimate Chanel, escrito por Isabelle Fiemeyer

Intimate-Chanel

E como já mencionamos em outro post por aqui, vocês podem se encantar pela edição publicado pela Éditions Naïve, a história em quadrinhos de Chanel ‘Grands Destins de Femmes’ traz a vida de Coco desde sua infância, até como virou ícone de moda até os dias atuais.

chanel-hq-livro

Gostou, então conta para gente qual livro ou filme vocês gostaram mais.

 

O petróleo na moda

Ele é um dos óleos mais caros. Sofre uma alta variação no preço. Tem um valor inestimável. E sem perceber, utilizamos mais do que imaginamos. Além do combustível para transporte, o petróleo é a matéria prima para muitos outros produtos.

Para a confecção do poliéster e de fibras sintéticas, por exemplo, o petróleo é utilizado na confecção do tecido para não amassar as roupas. Apesar do poliéster não estar presente em grande escala na moda, para diversos acessórios é essencial.

 

03115260460_vermelho_aa_3

As meias-calças que usamos, também são feitas da matéria-prima. Afinal, o nylon, assim como é chamado, necessita dele para dar vida ao produto. Inclusive na confecção de paraquedas, o nylon também é utilizado.

gfdg

paraquedas_colorido_fe88ce9dce28484f02d611b0cec25301_paraquedas_colorido

Maquiagens, como o batom, levam o petróleo fazendo com que o propileno glicol e os corantes fixem a maquiagem e coloquem uma pigmentação maior.

batom-vermelho

A anatomia dos grandes ícones por George Chamoun

Sempre que nos deparamos com um trabalho diferenciado paramos para notar a beleza contida em imagens que mostram como a criatividade pode gerar uma arte divertida e interessante. E foi com muita irreverência que George Chamoun, um jovem artista Suíço, criou um projeto bem curioso onde ele sobrepõe retratos de grandes ícones do cinema de hoje e de ontem. A série de colagens chamada de “Iconatomy” mescla com perfeição astros do cinema que marcaram uma geração. A idéia de Chamoun é criar uma discussão sobre os padrões de beleza no universo cinematográfico, assim ele fundiu as semelhanças estéticas entre ícones de duas eras do cinema para construir novas imagens que mostram que mesmo com o passar do tempo nada mudou. Misturou imagens de Marilyn Monroe e Scarlett Johanson, Audrey Hepburn e Natalie Portman, Elizabeth Taylor e Angelina Jolie,  James Dean e Robert Pattinson e  Sean Connery e George Clooney.

Iconatomy5

Iconatomy2

Iconatomy4

Iconatomy1

Iconatomy3

Marlene Dietrich, musa do cinema e rainha da androginia

Quem é adepta do estilo andrógino sabe bem que Marlene Dietrich é um ícone de estilo, cujo olhar masculino/feminino  tem muita relevância até hoje. A atriz/cantora de origem alemã ficou conhecida por seus papéis nos filmes de Josef von Sternberg, filmou seus maiores sucessos de bilheteria nos Estados Unidos entre 1930 e 1935. Mais tarde,  também trabalhou com os diretores Orson Wells, Alfred Hitchcock, Billy Wilder, e Fritz Lang, entre outros.

Dietrich foi indicada para o único Oscar de sua carreira pelo seu papel em que interpretou a cantora de cabaré  Amy Jolly von Sternberg no filme, um tanto escandaloso, “Marrocos” de 1930, no qual ela se veste de drag e beija uma mulher.

E em toda sua trajetória seu estilo brincava com as expectativas do público: Ora ela aparecia vestindo smokings e ternos masculinos, ora escolhia os vestidos Lanvin, estolas de vison, e Dior.

Em seus últimos anos, Azzedine Alaïa era quem fazia suas roupas. Dietrich se declarava abertamente como bissexual, uma imensa contravensão para a época, se casou com o pouco conhecido diretor Rudolf Sieber, em 1923, com quem permaneceu até sua morte em 1976.

Marlene faleceu em 1992,  aos 90 anos mas deixou de herança, além de todo o seu trabalho no cinema e na música, um estilo inconfundível que marcou uma época e ainda hoje é referência para qualquer um que goste de androginia com glamour e feminilidade.

Relembre alguns dos looks marcante de Dietrich na galeria abaixo:

Durante a estréia de Sign Of The Cross, caminhando em Hollywood e no Hotel  AmbassadorDurante a estréia de Sign Of The Cross, caminhando em Hollywood e no Hotel  Ambassador

Em um esaio publicitário e no Cafe De ParisMostrando sua sensualidade em um ensaio publicitário e usando smoking no Cafe De Paris

Fumando em campanha e encarnando a diva para outro anúncioFumando em campanha e encarnando a diva para outro anúncio

Usando um vestido brilhante em 1940 e retornando de uma viagem à Alemanha Usando um vestido brilhante em 1940 e retornando de uma viagem à Alemanha

Andy Warhol: A ligação entre o rei da pop art e a moda

Todo mundo sabe que Andy Warhol sempre foi um visionário, o empresário, pintor e cineasta norte-americano, foi uma das maiores figuras do movimento de pop art. Mas sua influência vai muito além daí, Warhol tinha uma relação com a moda muito antes de ganhar fama com a pop art.
Na década de 1950, ele trabalhava na criação gráfica da revista Harper Bazaar e contribuía com ilustrações lunáticas de saltos delicados e produtos de beleza coloridos.
A autora Amanda Mackenzie Stuart escreveu outrora que Diana Vreeland, a então editora de moda da revista, e seus colegas da Harpers Bazaar o chamavam de “Andy Paperbag” porque o socialmente desajeitado Warhol levava suas ilustrações para os escritórios em um saco de papel.
Ao final da década seguinte, em 1969, quando ganhou fama por suas latas de sopa Campbell, Andy decidiu criar a revista que se tornaria, como Stuart escreveu: “o veículo para o desenho da jovem, o famoso, o rico, e o interessante em órbita de Warhol.” E aí nasceu a “Interview” a publicação norte-americana apelidada de Bola de cristal do pop onde conversas íntimas entre algumas das maiores celebridades, artistas, músicos e pensadores criativos do mundo e criando um novo estilo de reportagens sobre as novidades da moda e cultura.
Warhol faleceu em 1987 mas deixou para trás um legado que atrai as personalidades mais famosas do mundo – de Richard Phillips até Kate Moss.
Além disso o artista matinha um estilo marcante: fã da cor preta (principalmente em looks monocromáticos e em golas altas), e camisas de listras horizontais e sempre acompanhado de um par de óculos escuros de lentes arredondadas e uma cabeleira loira arrepiada, ele não passava despercebido.

Conheça 10 grandes ícones da fotografia de moda

Steven Meiselvogue cover meisel

Steven Meisel é considerado uma lenda viva na indústria da moda. Meisel, nasceu em Nova York no ano de 1954  e por mais de duas décadas, tem sido responsável por criar, revolucionar e reinventar a fotografia de moda. Mestre do estilo, Meisel usa de sua própria imaginação para criar a figura perfeita.

O fotógrafo americano foi o responsável por unir  as modelos Christy Turlington, Naomi Campbell e Linda Evangelista e transforma-las em grandes tops. E foi através do trabalho e obra de Steven, que nasceu no fim da década de 1980 o conceito de “Supermodels”.

David LaChapelledavid lachapelle

David LaChapelle tornou-se um dos fotógrafos mais conhecidos da arte. Ele foi descoberto e orientado por Andy Warhol  e começou a carreira de fotógrafo na revista Interview .

LaChapelle criou imagens icônicas de Michael Jackson como Jesus, da modelo Karolina Kurkova em um nascimento moderno do dia de Vênus , e da rapper Lil Kim tatuada com o monograma da Louis Vuitton para uma das campanhas publicitárias da marca .

“A moda é algo que estamos atraídos , é algo que marca a sociedade indo no caminho de volta para os incas , os egípcios , os índios e suas tribos. Eu não vejo nada de superficial sobre o assunto a não ser quando sua vida se torna muito materialista. ” disse o fotógrafo.

Terry Richardson

gisele-bundchen-by-terry-richardson

Richardson nasceu em Nova York , filho de Bob Richardson, um fotógrafo de moda que lutou contra a esquizofrenia e o abuso de drogas. Terry já fez  campanhas para Marc Jacobs, Aldo , Supreme , Tom Ford e Yves Saint Laurent , entre outros. Ele também fez editoriais de revistas para publicações como Rolling Stone , GQ, Vogue , Vanity Fair, iD , e Vice .

Richardson produziu diversas campanhas para Diesel , incluindo o ‘Global Warming Ready’ que ganhou um Leão de Prata no Festival de Cannes em 2007.

Richard Avedon

Richard-AvedonRichard Avedon é conhecido por trazer humor e emoção na fotografia de moda. Ele trabalhou para as revistas Harper’s Bazaar e Vogue fotografando a maioria das capas da segunda ao longo dos anos 1970 e 1980. Hoje as suas fotografias podem ser encontradas em galerias de arte e museus ao redor do mundo.

Tim Walker

tim walkerWalker é um aclamado fotógrafo de moda que contribui regularmente em trabalhos para as principais revistas de moda. Seu estilo é muito teatral, extravagante. Curiosamente, ele também começou como assistente de Richard Avedon.

Ellen von UnwerthEllen von Unwerth

Ellen von Unwerth começou como modelo, e eventualmente, se viu do outro lado da lente. Suas fotografias são conhecidas por sua feminilidade e sensualidade e suas obras têm aparecido nas páginas da Vogue, Vanity Fair, Interview, e até mesmo na revista Playboy. Ela também filmou várias capas de discos e vídeos de música ao longo de sua carreira.

Cecil BeatonCecil Beaton

Cecil Beaton é mais conhecido por suas fotografias de moda e retratos da sociedade. Ele começou sua carreira na década de 1920 e é realmente um dos fotógrafos de moda mais emblemáticos da história. Sempre com vestígios da moda da época, ele também fotografou figuras icônicas como The Rolling Stones e Twiggy, nos anos 1960.

David BaileyDavid Bailey

David Bailey é  considerado como um dos melhores fotógrafos de moda britânica. Junto com alguns outros fotógrafos, ele ajudou a capturar e criar “Swinging London” na década de 1960. Muitas das imagens que ele capturou na época, são agora considerados como retratos icônicos da moda.

Annie Leibovitzannie

Ela não é apenas um fotógrafa de moda icônica, mas um fotógrafa icônico e ponto final. Como já falamos aqui, a especialidade de Annie são retratos, sejam em lugares fechados ou ao ar livre. Seu estilo, ajudou em 1973 criar a identidade da revista Rolling Stone, onde foi nomeada a chefe de fotografia da revista.

Rankin

RankinDepois de 30 anos fotografando ícones da cultura pop,  o fotografo escocês Rankin voltou a suas raízes para  fotografar pessoas reais com doenças terminais. Na moda é o estilo de vida que o alimenta seu amor por coisas novas, ele cria formas em que a fotografia de moda usa fantasia e beleza para comunicar algo sobre a realidade.

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes