Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

Explorando a história dos sapateiros

sapateiro

sapateiro

Hoje, dia 25 de outubro é dia do sapateiro, um ofício muito antigo que nasceu da necessidade que o homem tinha de proteger os pés, mas já foi muito discriminado no passado, chegando a ser comparado ao serviço de curtidores e carniceiros.

E como foi através do cristianismo que a situação se reverteu, com o surgimento de três santos sapateiros: Aniano, sucessor de São Marcos como arcebispo de Alexandria (século I), e os irmãos Crispim e Crispiniano, martirizados em Saisson sob Domiciano que foi escolhida essa data para celebrar a profissão, afinal hoje também é comemorado o dia dos 3 santos na Igreja Católica.

A profissão de sapateiro sobreviveu através dos séculos, sendo passada de geração à geração. Antigamente, os sapateiros, além de consertar sapatos, tinham também que fazê-los. Hoje em dia, ainda existe quem procure o artesão para fazer aquela manutençãozinha em sapatos antigos.

Por muito tempo, os sapateiro continuaram trabalhando de forma atesanal. O início da uniformização e da padronização começou na Inglaterra, quando em 1305, o rei Eduardo I estabeleceu medidas uniformizadas e padronizadas para a produção de sapatos. O Rei decretou que uma polegada fosse considerada como a medida de três grãos secos de cevada, colocados lado a lado. Os sapateiros da época compraram a ideia e passaram a fabricar seus calçados seguindo as medidas do rei. Assim, um par de sapatos para criança que medisse treze grãos de cevada, passou a receber o tamanho treze. A partir daí a padronização tornou-se uma tendência mundial.

O primeiro sapato – O primeiro calçado foi registrado na história do Egito, por volta de 2000 a 3000 a.C.. Trata-se de uma sandália, composta por duas partes, uma base, formada por tranças de cordas de raízes como, cânhamo ou capim, e uma alça presa aos lados, passando sobre o peito do pé.

andré perugia

Já o primeiro grande sapateiro do século XX foi André Perugia, que aos 16 anos abriu sua primeira boutique em sua cidade natal, Nice, na França.

Após a I Guerra Mundial , ele fez sapatos para o estilista Paul Poiret , e foi através de sua associação com o mundialmente famoso costureiro que seu sucesso foi alcançado. Entre seus clientes na década de 20 eram estrelas do Folies Bergere e atrizes de cinema que queria sapatos que sintetizassem o glamour dos palcos, entre elas, Josephine Baker,  Pola Negri e Mistinguette. Sempre disposto a experimentar novos materiais, formas e texturas, Perugia continuou a criar sapatos de originalidade surpreendente ao longo de uma associação de 50 anos com I. Miller e depois com Charles Jourdan e com sua genialidade reviveu as antigas fórmulas de criar sapatos.

One Response to Explorando a história dos sapateiros

  1. Jose Carlos disse:

    Profissão muito importante para nossa sociedade. Parabéns por lembrarem do dia do Sapateiro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes