Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

O que você sabe sobre Alta Costura?

capa

capa

Termo muito usado no mundo na Moda e na maioria das vezes de forma equivocada, a Alta Costura é um universo complexo e cheio de regras. Muitos acreditam que um vestido de festa feito com tecidos nobres e bordados já pode ser considerado uma peça de Alta Costura, não é necessariamente. Saiba mais sobre o assunto a partir de um apanhado de informações relevantes que a equipe do Closet preparou sobre o tema:

Charles Frederick Worth é o nome daquele que foi o pai da Alta Costura, por ser o primeiro a ter criações que se encaixam na categoria e o primeiro a criar desfiles com modelos para expor suas criações. O termo se oficializa em 1910 e é criada uma Câmara responsável por julgar e apurar o que pode ou não ser considerado Alta Costura, e esse sindicato fica na cidade da luz, Paris.

Após a II Guerra Mundial Lucien Lelong, presidente da Câmara Sindical da Alta Costura na década de 1940, cria regras para a Câmara em 1942, entre elas: Para ser considerado Alta Costura, toda peça deve ser feita em Paris, nas Avenidas do Triângulo de Ouro (Marceal, Montaigne e Des Champs-Elysèes, o prédio do ateliê do costureiro deve ser próprio e com estilo arquitetônico reconhecido, deve haver uma contra-mestra na equipe, a marca deve possuir um perfume próprio, peças feitas sob-medida e tudo ou quase tudo feito à mão.

Esse mundo surreal de luxo, capricho, trabalho artesanal e sofisticação é um tanto fora da realidade para os dias de hoje, por isso as grifes que fazem Alta Costura reconhecida e certificada pelo sindicato não recebem um retorno financeiro com essa produção que seja suficiente para se sustentar, por isso vivem às custas de outras linhas da própria marca, como o perfume, maquiagem, linhas pret-à-porter, acessórios, etc.

Apesar da Alta Costura ter nome muito conhecidos como Cristian Dior e Yves Saint Laurent, Cristóbal Balanciaga é considerado o maior nome da Alta Costura de todos os tempos e
Cristóbal Balanciaga é o maior nome da Alta Costura de todos os tempos e Mona Von Bismarck é a maior consumidora de Alta Costura de todos os tempos.

Existem três maneiras de pertencer a Alta Costura: Membro Aderente, Membro Convidado e Membro Representante (representa seu país). Alta Costura não é indústria é atêlie, não tem estilista, tem costureiro. Essas e outras curiosidades que fazem da Alta Costura um mundo lúdico e que resgata aquilo que há de mais clássico e tradicional na Moda.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes