Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

Casa de Criadores Verão 2015 – Terceira noite

cover

Alê Brito

Com uma proposta inusitada, o estilista voltou ao século XIX e buscou referência na tentativa das famílias tradicionais em manter a boa imagem de um ente querido após a morte com quadros que revelam a pessoa bem saudável ainda em vida. A idéia foi processada e deu base a um novo jeito de fazer streetwear para o verão, rompendo os padrões de vestimenta da sociedade e as regras de combinação de peças. O movimento anti-glamour do designer diz que as mulheres não têm que usar salto, meia calça ou maxi acessórios. Visando apenas o conforto e a preocupação da roupa num dia nublado, em saias e jaquetas elaboradas com plástico, para uma reinvenção das capas de chuva. A coleção transitou numa cartela de cores envolvendo preto e off-white, em peças em tule francês, organza, tafetá e poá.

Danilo Costa

Sem um nome específico, a coleção de verão do estilista teve um foco voltado para a água. Utilizando o azul e verde como proposta básica para a cartela de cores, as peças foram abraçando a estamparia praiana com peixes-espada e hibiscos remetendo o floral marinho. A beleza recebeu glitter azul nos cabelos, numa referência à areia sob o brilho do sol, casando com paetês acqua, com efeito furta-cor azul-esverdeado nas peças  em preto, branco, rosa e laranja em alfaiataria estruturada ou mais fluídas confeccionadas em seda, algodão e poliéster.

Fernando Cozendey

Trabalhando sempre a silhueta marcada nas peças, o estilista apresentou a coleção “Brasil” na última noite de desfiles na Casa de Criadores e lançou uma coleção-manifesto com a repressão e a liberdade de expressão como opostos dentro de uma mesma peça. O rococó abraçou o funk no projeto de peças vazadas, com decotes exagerados e seios quase à mostra, emoldurados com babados, mangas bufantes, mangas presunto e modelagem sensual. Sem partir para a fauna, flora ou o tradicional verde e amarelo para destacar o tema de verão da marca, o designer lançou mão do azul e do branco na cartela de cores em lycra texturizada como jeans, os dois tecidos mais consumidos pelos brasileiros. A ousadia da música das favelas foi ouvida por Cozendey como apelo nacional, a realidade das comunidades que revela o descaso do Estado e dos meios de comunicado em relação aos menos favorecidos. Drogas e violência são resposta ao preconceito e à ignorância de uma sociedade que evita olhar a pobreza e opta pela surdez ao não atentar para o grito dos excluídos em letras que revelam a que nível chegamos. “As pessoas precisam de ajuda, as crianças estão crescendo e ninguém vai fazer nada?” O desabafo de Fernando pediu estrutura, apoio e foco para a Educação. Os modelos masculinos e femininos conquistaram a passarela com coreografia quente em meio ao desejo de respeito e justiça. Foi a sua forma de bradar por mudanças.


Trendt

Quase no fim da noite, bem atrasados – a marca chegou a ser anunciada para o segundo desfile, mas foi substituída por Danilo Costa – e com looks reduzidos, a Trendt venceu os boatos de que não desfilaria nesta edição por complicações com os modelos e apresentou uma coleção rasa de vestidos sobrepostos em malhas cinza e preta, com estamparia geométrica em vermelho. A assimetria das peças abraçou o movimento e a fluidez na passarela, num styling minimalista e confortável.


Talentos SENAC

Berço de talentos e estimulador de mentes notáveis, o SENAC viu seus estilistas concluintes apresentando suas peças em pequenos desfiles nesta edição do evento, a serem avaliados para uma bolsa de estudos na Esmod Paris e uma série de outros prêmios. A designer vencedora, Helena Cunha, trouxe uma coleção inspirada no surfstyle para todas as ocasiões, desde as mais sofisticadas até as de rotina, com acabamento primoroso, impecável corte a laser e uma cartela de cores madura. O páreo foi acirrado, com destaque para as coleções de Maria Sofia, Alexsandra Moura, o bom gosto, o profissionalismo e a harmonia nas estampas e texturas de Mariane Menezes e Joyce de Cunto, e a delicadeza das peças de Priscila Marino. A iniciativa prova que a educação de moda brasileira está atingindo padrões de excelência com discentes cada vez mais capacitados.



Novos Olhares

Para fechar a noite, a Casa de Criadores e os estilistas do LAB desenvolveram looks para um desfile de modelos deficientes visuais que comoveu toda a platéia do evento. Moças e rapazes conquistaram a passarela com alegria, na intenção de promover uma reflexão sobre a moda para um público especial. Os aplausos dos espectadores provaram uma sociedade acolhedora, que enxerga as diferenças e que preza a inclusão e a igualdade, num momento que contou com Luane Dias, do programa Esquenta, e Ghilherme Lobo, do filme Hoje Eu Quero Voltar Sozinho.



Por Douglas Guerra

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes