Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Conheça os maquiadores oficiais das marcas brasileiras de maquiagem

Você chega nas lojas e encontra aquelas maquiagens lindas, em coleções magníficas, com a escolha perfeita dos tons e texturas Mais »

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

HAIR BRASIL chega a 16ª edição apresentando novidades de 900 marcas expositoras e com 200 eventos educacionais

A 16ª edição da HAIR BRASIL – Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética acontece de 21 a 24 de Mais »

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Diversidade cultural: Conheça as diferentes festas de carnaval do país

Estamos a pouquíssimo tempo de iniciar o carnaval (os mais adiantados já estão caindo na folia) e se tratando da Mais »

#Teste: Quem é você no Carnaval?

#Teste: Quem é você no Carnaval?

Chegando o carnaval, e os preparativos parecem infinitos. Entre os mais imprescindíveis, paira a dúvida: qual fantasia tem mais a Mais »

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Fantasia de Carnaval: Faça Você Mesmo

Estamos há uma semana do feriado mais alegre do ano! E pra você que cansou de comprar fantasia e quer Mais »

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Confira uma lista com 11 itens indispensáveis para o carnaval

Esse ano a nossa equipe resolveu caprichar nas dicas para a galera aproveitar o carnaval cheio de estilo. E como Mais »

O trabalho escravo dentro da indústria da moda

escravidao-moda

escravidao-moda

Nos últimos anos, a postura social de muitos grupos empresariais que atuam no mercado da indústria têxtil vem chamando a atenção para uma situação alarmante. O motivo são os casos recorrentes da exploração de mão-de-obra escrava.

A moda, que é ligada ao luxo e à beleza, mascara uma realidade nada glamurosa em seus bastidores, onde pessoas são submetidas a condições desumanas de trabalhos para alimentar uma cadeia rápida de novos produtos para consumo. Para manter o mercado de moda lucrativo, a indústria submete seres humanos a condições precárias de trabalho escravo.  Alguns índices comprovam que ainda hoje ocorrem casos de tráfico humano, onde pessoas são trazidas de outros países da América do Sul como Bolívia, Peru e Paraguai, acreditando em falsas promessas de trabalho e são privadas de liberdade, vivendo em condições insalubres. E nos países asiáticos, essa realidade é ainda mais desumana.

Enquanto o Ministério Público, o Ministério do Trabalho e a Polícia Federal  seguem com as investigações, muitas empresas esquivam-se através da quarteirização da produção, tudo  em busca de um crescimento lucrativo que se dá por meio da depreciação do capital variável humano.

E onde fica o consumidor final em todo esse processo? Na verdade consumidor é o único que pode dar um fim nessa realidade deprimente, já que temos nas mãos o poder de escolher o que comprar. Mas infelizmente consumimos sem se ligar em quem está produzindo e em que condições a pessoa que fabricou sua camiseta se encontra. E infelizmente, não é só na indústria da moda que vemos trabalhos análogos à escravidão. Mas nem por isso podemos fazer de conta que isso não é problema nosso, pois a responsabilidade que carregamos é bem grande.

O documentário “China Blue” produzido em 2005, aborda o complexo assunto da globalização no sentido humano. O filme, que foi feito sem a permissão das autoridades chinesas, oferece um relatório alarmante sobre as pressões impostas pelas companhias ocidentais e suas consequências humanas, como os verdadeiros lucros são obtidos e mantidos nos países de primeiro mundo. O final inesperado mostra de forma bem clara, a conexão entre as trabalhadoras exploradas e os consumidores americanos.

Assista abaixo:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Powered by WordPress | Thanks to YouTube to Mp3 Converter, free photo editor and WordPress 3.8 Themes