Confira 10 bichinhos de estimação fashion para você seguir no Instagram

A gente sabe que a Choupette Lagerfeld é o mais famoso dos muitos animais de estimação do mundo fashion, porém Mais »

A comovente história de Edith Bouvier Beale

Se você se interessa por moda provavelmente já ouviu falar do excêntrico documentário Grey Gardens, e deve se lembrar que Mais »

Saiba como a clássica flap bag “2.55” da Chanel se tornou sinonimo de estilo

É mais que comum vermos fashionistas e famosas desfilando o clássico modelo da bolsa 2.55 de Chanel. A bolsa que Mais »

#HardNews o que foi notícia na moda essa semana

A floresta amazônica serviu de cenário para a campanha de Primavera/ Verão 16 da cearense Florinda. Com cliques de Zee Mais »

Pele iluminada sem queimar o filme

Com o avanço da tecnologia, já parou para pensar que os smartphones serão verdadeiros paparazzi? A sua produção ficará para Mais »

O que você aprendeu sobre o mercado de moda na sessão da tarde (#sóquenao)

O cinema e a televisão nos ensinaram muitas coisas sobre moda, principalmente quando éramos mais jovens (Alô anos 90!), nos Mais »

O fast fashion dentro do consumo globalizado

Cena do filme “Confessions of a shopaholic” de 2010 O consumo é a base da sociedade capitalista na qual vivemos Mais »

Conheça os melhores bigodes de todos os tempos

O bigode sempre foi um ícone do universo masculino. Aquela faixa de pelos na parte superior dos lábios representam a Mais »

#CelebratePride

Hoje é um dia de muita emoção para a luta LGBT, a partir desta manhã, a Suprema Corte dos Estados Mais »

Ops! Veja algumas celebridades que já tiveram problemas com suas roupas

Como já disse Coco Chanel outrora, na moda “Menos é mais”, mas muitas vezes algumas celebridades levam o menos ao Mais »

Relembrando as Divas do cinema

Não é de hoje que as grandes celebridades são uma grande inspiração para os anônimos. Muitas vezes esses ídolos ajudam Mais »

#HardNews o que foi notícia na moda essa semana

A ABEST (Associação Brasileira de Estilistas), por meio do Fashion Label Brasil — programa de exportação de moda brasileira em Mais »

Bizarrices: Celebridades e Intervenções Cirúrgicas Fail

Embora pareça fácil, viver como uma estrela de Hollywood não é uma tarefa simples. Apesar da riqueza, luxo e um Mais »

#HardNews o que foi notícia na moda essa semana

A Marisa, maior rede de moda feminina e moda íntima feminina do país, é a primeira rede de varejo de Mais »

Conheça a origem das Revistas

Você conhece a origem das revistas? A palavra tem a etimologia vinda do inglês “review”, que significa, entre outras coisas, Mais »

Confira 10 bichinhos de estimação fashion para você seguir no Instagram

A gente sabe que a Choupette Lagerfeld é o mais famoso dos muitos animais de estimação do mundo fashion, porém a gatinha não é o único bichinho que exibe seu charme na internet. Alguns designers, modelos e editores também desfilam seus companheiros peludos em contas no Instagram que é deixar qualquer admirador de bichinhos horas admirando a beleza e o guarda-roupa dessas gracinhas adoráveis. Se você ainda não segue, corre aqui na galeria para ver essas fofuras:

Share Button

A comovente história de Edith Bouvier Beale

edie1Se você se interessa por moda provavelmente já ouviu falar do excêntrico documentário Grey Gardens, e deve se lembrar que Edie Beale, ou melhor, Little Edie a musa que foi considerada a mais bela da costa Leste do Hamptons. Edie fazia parte do topo na cena social quando jovem, e supostamente recebeu propostas de casamento de Joe Kennedy Jr. e J. Paul Getty. E mesmo com tudo isso acabou, ao lado de sua mãe, em uma casa em ruínas e desfilando por aí com um turbante sujo na cabeça no meio dos gatos e guaxinins que passou a residir em sua propriedade.

Edith Bouvier Beale, era uma socialite norte americana, de família aristocrática e uma fascinante modelo, prima de Jacqueline (Bouvier, que depois se tornaria Kennedy e mais tarde Onassis) Kennedy. Teve uma educação privilegiada, viveu uma juventude promissora, estudou e formou-se nas mais importantes e tradicionais escolas dos Estados Unidos. Era loira, alta, olhos azuis e sua beleza superava a de Jacqueline.beale

Em 1936, no Hotel Pierre, fez o seu glamuroso“debut”, fato noticiado em grande reportagem do The New York Times, estampando as melhores fotos do evento.

Sempre se destacou por viver além de seu tempo, graças às influências de sua mãe, a “Big Edie”. Desejou não se casar, embora tenha tido namorados. E sonhava se tornar atriz e cantora nos famosos musicais da Broadway. Como modelo desfilou em East Hampton pela Macy’s. Deixando a família, foi residir na ala residencial do Hotel Barbizon em New York.

Com o divórcio de seus pais, os sonhos de atriz e modelo fracassaram já que sua mãe viu-se obrigada a se submeter a uma pensão de baixo valor e herdando, a icônica propriedade denominada Grey Gardens, que, no entanto não teve dinheiro para a manutenção. “Littel Edie” voltou para a casa da mãe de quem cuidou e zelou até 1977 quando “Big Edie” veio a falecer, já com a saúde bem fragilizada.

Na mansão Grey Gardens, durante todo esse tempo, ambas (“Big Edie” e “Litlle Edie”) permaneceram quase em clausuras, sem receber a sociedade, mesmo porque, não tinham condições de ostentar as festas que outrora promoviam e por conta do acumulo de dívidas à mansão foi se tornando um verdadeiro depósito de lixo.

A situação de miséria e pobreza fez com que a vigilância sanitária interditasse a casa e a imprensa deu destaque a noticia, ligando-as imediatamente à Jacqueline Kennedy. A prima rica encaminhou-se a Grey Gardens, promovendo uma série de reformas na mansão, recuperando-a por completo, removendo o lixo e fornecendo-lhes alimentos e roupas.12658w_aesthetics_greygardens

Os repórteres Albert e David Maysles visitaram Grey Gardens para contar a história da mãe e filha, e como chegaram a tal decadência e miséria, através de um documentário (Grey Gardens 1975), expondo ainda todos os antigos relacionamentos de ambas, suas dependências e conflitos.

Dois anos depois da morte da mãe, “Litlle Edie” vendeu Grey Gardens, sob a condição escriturada de que a casa jamais seria demolida, e seguiu para viver em New York, reiniciando a busca de sua carreira interrompida, conseguindo fazer pequenos shows em cabarés. Mudou-se para a Flórida onde faleceu em 2002, com 84 anos.Premiere Of HBO Films' "Grey Gardens" - Arrivals

Depois de morta, entretanto, atingiram mãe e filha, a fama que sonharam. Drew Barrymore e Jessica Lange interpretaram no filme “Grey Gardens” a história dessas vidas que foram do glamour ao fracasso total. Hoje, o documentário dos Maysles é visto e estudado pelos pesquisadores que desejam conhecer uma história de sonhos dessas fantásticas mulheres.

Share Button

Saiba como a clássica flap bag “2.55” da Chanel se tornou sinonimo de estilo

chanel 2.55 celebritiesÉ mais que comum vermos fashionistas e famosas desfilando o clássico modelo da bolsa 2.55 de Chanel. A bolsa que tem as alças de correntes e o famoso matelassê que é único e impossível de ser copiado,  surgiu em fevereiro de 1955 (origem do nome “2.55”) com o intuito de atender a necessidade da mulher moderna que nessa época já dividia seu tempo entre a vida domestica e profissional necessitando assim de suas mãos sempre livres. E já que suas carteiras não eram praticas, a bolsa carregada a tira colo foi a uma das grandes revoluções do período.Chanel Les Secrets Du Sac handbag exhibition Singapore COCO CHANELDurante a Segunda-Guerra Mundial a estilista já se preocupava em criar roupas que tornassem as mulheres mais livres, tudo com muito charme elegância.  E foi  inspirado pelas pastas estilo carteiro usadas por mensageiros na II Guerra que o modelo icônico foi desenvolvido. A costura matelassê foi reproduzida dos casacos dos jóqueis e das almofadas de camurça marrom do apartamento de Coco, na Rue Cambon, em Paris.

Posteriormente, o modelo foi desenvolvido em diversas cores e com pequenas variações e até hoje 30 novos modelos são criados anualmente (o modelo boy, atual it-bag da marca, é uma das versões que nasceu a partir do emblemático 2.55). Mas a maior alteração em seu design desde o lançamento em1955, foi o fecho, que inicialmente, era o “mademoiselle” e nos anos 1980 (já com Karl Lagerfeld no comando da Maison) passou a ser o C duplo representando a inicial da Chanel.2.55

O versão preta ainda é a campeã de popularidade, e  carrega 50% da produção anual das peças, independente do tipo da matéria-prima. Cada bolsa tem cerca de seis e quinze artesãos que participam de sua produção, que pode levar até dezoito horas e passam por um mínimo, 180 etapas até ficar pronta.

E é por todos esses motivos que a bolsa é sinônimo de estilo e desejo. E acompanha as musas de hoje assim como as de outrora. De Jackie Kennedy , Liz Taylor, Blake Lively, Lady Gaga até a pequena Aila Wang (sobrinha de 4 anos do estilista Alexander Wang) todas cairam nas graças da 2.55. aila chanel

 

Share Button

#HardNews o que foi notícia na moda essa semana

256600_514511_20150305_zee_dflorinda_manaus_1182

A floresta amazônica serviu de cenário para a campanha de Primavera/ Verão 16 da cearense Florinda. Com cliques de Zee Nunes e styling de Pedro Salles, a modelo Nathalie Edenburg se infiltrou no meio da floresta em um shooting que mostra todos os detalhes, bordados, rendas e aplicação 3D exclusivas da grife.

A coleção “Flor de Mee” é inspirada nas obras da artista botânica inglesa Margaret Mee, que se especializou em plantas da região. Ela é a responsável por realizar a primeira imagem da rara Flor da Lua, planta que floresce e morre no mesmo dia apenas uma vez ao ano.

_______________________________________________________________________________

256952_516007_0r2a0269

Para os apaixonados por moda, música e dança, o Solar Marquesa de Santos em São Paulo, apresenta a exposição Bailes do Brasil, que reúne um acervo de imagem, som e vídeo que retrata diversos momentos de celebração coletiva do Brasil com uma original abordagem de nossa cultura por meio de um grande baile ao longo do tempo. A exposição mapeia por uma cronologia fluida, desde a primeira República no final do século 19 até os dias atuais, levando em consideração as relações entre as três manifestações artísticas.

O genuíno espírito da Moda de cada época pode ser percebido no registro do cotidiano, com suas forças atuantes representadas a partir de imagens selecionadas de fotógrafos: estrangeiros e brasileiros, renomados e jovens, regionais e urbanos. Moda, Música e Dança se unem para capturar e embalar a cadência desses muitos encontros e períodos.

A curadoria da exposição reflete sobre influências e relevâncias, divididas em três atos. O Regionalismo Pulsante destaca a produção cultural de raiz e além das cidades, a partir dos sincretismos culturais regionais. A Metrópole Vibrante evidencia a forte influência europeia em nossas tradições e costumes, a clara distinção entre o erudito e o popular. A sala Globalização Eletrizante destaca o diálogo que passa a existir entre a afirmação de nossa brasilidade, suas confluências, com as afirmações de distintas identidades mundiais.

Os curadores Ricardo Feldman e Jum Nakao selecionaram mais de 200 fotos de profissionais nacionais e internacionais, a partir do acervo de instituições públicas e privadas, como Thomaz Farkas, Vania Toledo, Luiz Carlos Barreto, Otto Stupakoff, Maureen Bisilliat e Pierre Verger. A seleção musical produzida a partir de pesquisa sobre aspectos rítmicos brasileiros contribui para a imersão sinestésica dos visitantes. A mostra oferece também, três videoinstalações com figurinos escolhidos exclusivamente por Jum Nakao para esses ambientes.

Em parceria com o Museu da Cidade de São Paulo, a exposição Bailes do Brasil é patrocinada pela C&A, maior rede de varejo de moda do País, por meio da lei de incentivo estadual de cultura – PROAC.

_______________________________________________________________________________

CK dia dos pais

A Calvin Klein traz uma seleção de presentes para o Dia dos Pais, com peças e estilos que refletem a estética moderna e minimalista da marca.

A linha, com foco em alfaiataria, possui camisas, gravatas, blazers e costumes, além de sapatos, cintos e pastas, itens perfeitos para compor o look de trabalho. Além disso, há sobretudos, polos e casacos em malha e couro com preços convidativos. Com uma ampla variedade de texturas e shapes, as peças compõem um guarda-roupa completo para pais que gostam do estilo sofisticado, mas que buscam um visual cool e exclusivo.

_______________________________________________________________________________

256902_515840_houry__charlie

A Jimmy Choo dá início à sua venda especial de Inverno com descontos progressivos que vão de 30% na compra de uma peça, 40% em duas e 50% em três ou mais peças. Entre as opções, os desejados sapatos, bolsas e clutches da marca.
Com suas criações ousadas e que muitas vezes levam pedras, cristais e outros materiais nobres, a marca ficou conhecida por sua exclusividade. E ganhou fama ainda maior quando passou a fazer os sapatos da princesa Diana.
A loja fica no Shopping Cidade Jardim, em São Paulo.

Share Button

Pele iluminada sem queimar o filme

pele iluminadaCom o avanço da tecnologia, já parou para pensar que os smartphones serão verdadeiros paparazzi? A sua produção ficará para a posteridade e fazer feio pode se tornar a mancada de uma vida.

A tendência de beleza que propõe uma pele glow, deslumbrante, com brilho natural, saudável e perolado, continua firme e forte entre as mortais e a mulher brasileira não pode fazer feio na maquiagem. Confira algumas dicas para mostrar a potência da iluminação no seu rosto. É make de bonita!

strobeStrobe Cream, da MAC Cosmetics

Tudo começa com hidratação: os hidratantes do momento são inteligentes, além de hidratar de maneira adequada a pele ao longo do dia, alguns possuem uma radiância delicada que proporciona um efeito requintado ao contorno do rosto. Aplicados geralmente na ossatura das maçãs e no dorso do nariz, o produto ilumina a pele de dentro para fora. Neutralizando a expressão, sem sombra de dúvidas. Os experts das semanas de moda lançam mão do truque com o Strobe Cream, da MAC Cosmetics.

Luz e sombra: para entender a graça do produto, a mulher precisa saber que tudo que recebe luz ganha mais atenção e se destaca quanto à profundidade de regiões da face que são escurecidas, dando a ideia de sombra. O mesmo pensamento para afilar o nariz, por exemplo. O iluminador deve se concentrar apenas no centro da cartilagem do nariz e nunca vir até à ponta. Estamos falando de um look rico e sofisticado, e assim, a mulher vai parecer mais uma das namoradas do Pinóquio.

face and bodyFace and Body, da MAC Cosmetics

ysl-touche-eclatTouche Éclat, da YSL

Preparando a pele com luz: os produtos são de uma infinidade de variações, consistência e composição. Para atribuir um toque glamoroso à proposta, a mulher pode investir em bases aquosas, mais viçosas, e corretivos iluminadores para a região dos olhos, como os profissionais renomados do mercado. Apostar na Face and Body, da MAC ou no Touche Éclat, da YSL, é o segredinho da beleza das capas de revista.

lustre dropsLustre Drops, da MAC

luminous goldLuminous Gold, da Contém 1g

mac-extra-dimensionsIn Extra Dimension, da MAC

Escolhendo o iluminador: líquidos, como o Lustre Drops, da MAC, ou em pó, como o Luminous Gold, da Contém 1g, são as versões mais fáceis de encontrar no mercado. Os líquidos são mais ecléticos, perfeitos para misturar com a base ou com hidratantes para o rosto e para o corpo. Os produtos em pó tendem a marcar a expressão e gerar linhas mais visíveis. É bom ter cuidado! Para não errar, prefira os mais concentrados, quase pastosos, como os iluminadores da linha In Extra Dimension, também da MAC.

gold depositGold Deposit, da MAC

E para a pele negra? Os iluminadores com efeito bronzeador são maravilhosos. A dica é sempre optar por cores próximas ao tom da pele, uma vez que as negras também apresentam tons quentes e frios. A cintilância dourada cai super bem em tons de pele morena e tornam o semblante ainda mais destacado. O Gold Deposit, da MAC, é o coringa da maquiagem.

orgasmOrgasm, da NARS

Blushes com brilho: As mulheres sofrem um pouco na hora de passar o blush e muitas não se rendem aos prazeres dos blushes perolados. A brasileira não gosta de brilho e, fechada, não chega a conhecer as maravilhas da cintilância no produto, que ruboriza as maçãs de maneira natural, eficiente e com facilidade. O preconceito deve existir contra blushes com glitter ou com fragmentos de brilho muito visíveis. O Orgasm, da NARS, deve ser o queridinho de quem simpatiza com a pele iluminada.

naked 2Naked 2, da Urban Decay

lumieregloss Lumière, da Contém 1g

soft and gentleSoft and Gentle, da MAC

Atenção para as texturas! Mesclar produtos matte e iluminadores pode ser a casca de banana que tira muita mulher de cena. Sombras e batons também precisam respeitar a textura perolada da maquiagem. Caprichar no ponto de luz, nos olhos, ou aplicar um gloss por cima do batom opaco são as saídas para quem precisa combinar com iluminador. A palette Naked 2, da Urban Decay, e o gloss Lumière, da Contém 1g, fazem a diferença na hora de arrasar com o Soft and Gentle, da MAC.

Por Douglas Guerra

Share Button